• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Segunda-feira, 1º de dezembro de 2008 atualizada às 18h22

    Veja como receber informações sobre a tragédia de Santa Catarina e ajudar os desabrigados sem ter o computador infectado por vírus

    Priscila Magalhães
    Repórter

    Diante da tragédia que as chuvas dos últimos dias provocou no estado de Santa Catarina , no sul do país, um grande número de e-mails está circulando na internet, trazendo conteúdo informativo, como fotos e textos, e número de contas bancárias. Infelizmente, muitas pessoas se aproveitam da situação para agir de má fé.

    O gerente de suporte técnico da ACESSA.com, Renato Lopes, confirma que muitos se aproveitam deste tipo de informação para propagar vírus, o que altera dados pessoais, captura informações e prejudica o funcionamento do computador. Segundo ele, há como identificar uma mensagem suspeita, pois elas trazem orientação para clicar em determinado link no corpo do e-mail. "E é nessa clicada que a pessoa se dá mal", alerta ele.

    Para ajudar e não correr o risco de ter o computador infectado, o profissional diz que alguns cuidados devem ser tomados. "Não se deve clicar em anexos, em links desconhecidos e nem abrir e-mail de pessoas suspeitas." Uma segurança a mais é manter um serviço de anti-spam no e-mail e um bom anti-vírus e firewall instalados e atualizados no computador.

    Se após clicar em link suspeito, alguma alteração for detectada, Renato recomenda que deve-se passar um anti-vírus urgentemente.

    Foto da enchente em Santa Catarina Foto da enchente em Santa Catarina
    Veja como ajudar

    Em Juiz de Fora, instituições públicas e empresas privadas estão recolhendo doações para enviar às vítimas de Santa Catarina. Veja abaixo quais são elas.

    AABB

    A Associação Atlética Banco do Brasil (avenida Doutor Deusdedith Salgado, bairro Teixeiras) está recolhendo roupas, alimentos não-perecíveis e água potável. As doações podem ser entregues diretamente no clube. Segundo a secretaria da AABB, roupas e alimentos já foram doados. As doações serão encaminhadas para a defesa civil, que entregará ao órgão em Santa Catarina. O telefone é (32) 3236-1404.

    CTU

    O Colégio Técnico Universitário (rua Bernardo Mascarenhas 1283, bairro Fábrica) também está recebendo doações de água potável, agasalhos, cobertores e alimentos não perecíveis. Qualquer pessoa pode contribuir, e as doações podem ser entregues na secretaria do Colégio (Bloco A). Segundo a assessoria de comunicação, as doações serão encaminhadas para a defesa civil de Minas Gerais, que entregará à de Santa Catarina. O telefone do CTU é (32) 4009-3002.

    Instituto Vianna Junior

    O Instituto Vianna Junior (avenida dos Andradas 415 , Centro) também está recolhendo colchões, roupas de cama, toalhas, roupas, água mineral, material de higiene e limpeza, alimentos não perecíveis. As pessoas devem levar as doações no Instituto até esta quarta-feira, 3 de dezembro. Segundo a assessoria de comunicação, as doações serão levados diretamente para Santa Catarina por um caminhão conseguido com uma parceria. O telefone do Instituto é (32) 3239-2900.

    Lions Clube

    O Lions Clube de Juiz de Fora () também está pedindo ajuda para confortar os desabrigados de Santa Catarina. As doações em dinheiro podem ser depositadas no Banco Besc nº 27, agência centro de Blumenau nº 0003. A conta corrente é 0130297-1, com o nome Associação Internacional de Lions Clubes. Para depósito via TED, o CNPJ é 83.083139/0001-73. A orientação do Lions Clube é informar que o depósito é doação. A entidade pede ajuda de R$ 10.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.