Patrimônio preservado Antigas estações ferroviárias são tombadas por decreto municipal



27/11/2006

Museu Ferroviário de Juiz de Fora As estações ferroviárias de Benfica, Francisco Bernardino e Dias Tavares foram tombadas, neste mês de novembro, a partir de uma decisão do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural (Comppac). Com o tombamento, a preservação deverá ser feita pelo proprietário, neste caso a Rede Ferroviária Federal Sociedade Anônima (RFFSA) em liquidação, sob a orientação da Divisão de Patrimônio Cultural (Dipac) da Prefeitura de Juiz de Fora.

A justificafiva para o tombamento baseia-se no valor histórico e cultural que envolve as estações, além da importância que tiveram durante a ocupação da região onde estão localizadas. Toda a cobrança pela manutenção dos imóveis tombados será feita pela Dipac e a Fundação Cultural Alfredo ferreira Lage (Funalfa).

De acordo com a assessoria da Funalfa, após a publicação do decreto no dia 14 de novembro, as próximas etapas do processo de tombamento serão a comunicação aos proprietários, a inclusão no Livro de Tombo do Município e, ainda, o registro em cartório na Procuradoria Geral do Município (PGM).

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.