Terça-feira, 18 de dezembro de 2007, atualizada às 12h12

Tela que retrata a colonização brasileira e a expansão territorial do século XVII foi restaurada e pode ser visitada no Mapro


Priscila Magalhães
Repórter

após passar por um processo de restauração, durante mais de três anos, tela "Chefe Bandeirante" está de volta ao Museu Mariano Procópio e pode ser vista pelos visitantes. O quadro é de Henrique Bernardelli e representa a colonização e a expansão territorial no Brasil do século XVII, apesar de ter sido pintada no século XIX.

A tela recebeu uma sustentação e passou por processos de douração. Ela está exibida na sala temática "Século XVII: colonização e expansão territorial". A chefe do Departamento de Difusão Cultural do Museu, Carina Martins Costa, diz que a tela tem uma importância nacional, apesar de não ter relação direta com Juiz de Fora.

"O Museu Paulista encomendou obras com foco nos Bandeirantes, para dar a noção de pioneirismo, de primeiros heróis, consolidando a identidade paulista como os desbravadores do Brasil. Porém, esta obra não estava dentros dos parâmetros de herói que o Museu queria. Dessa forma, ela veio para a cidade", explica Carina.

Segundo ela, as visitas à tela podem ser agendadas, durante a semana, e nos fins de semana existem visitas guiadas a cada uma hora. Ela disse também que não sabe o valor da tela, porque ela ainda não foi segurada.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.