Terça-feira, dia 25 de março de 2008, atualizada às 17h57

Sistema de reservas da Pantanal continua operando normalmente, apesar de Anac afirmar que os vôos não podem acontecer mais. Agência diz que pode impedir a operação da companhia



Priscila Magalhães
Repórter

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), por meio de sua assessoria de imprensa, informou que a Pantanal só pode operar até esta terça-feira, 25 de março, data em que vence sua concessão. Para a agência reguladora, a Pantanal está em situação irregular, já que não entregou os documentos necessários para comprovar a regularidade técnica, operacional, fiscal e jurídica. Por este motivo, a concessão da empresa não vai ser renovada.

A agência ainda informou que, até 16h desta terça, não recebeu comunicação oficial da Pantanal, comprovando a existência de uma liminar que garanta sua operação. "Se houver decisão judicial, a Anac vai acatar, mas se não houver, a empresa estará operando de forma irregular". A assessoria ainda informou que a partir de quarta, a empresa perde seus espaços para pousos e decolagens, os slots.

O responsável pela Pantanal em Juiz de Fora, Moacir Miranda, diz que o sistema de reservas está operando normalmente. "Ele foi liberado até o dia 30 de março", garante ele. Segundo informações de uma funcionária da companhia, no aeroporto da Serrinha, em Juiz de Fora, os vôos para São Paulo, nos horário de 10h10 e 20h30 estão confirmados para esta quarta, enquanto o de 17h40 foi cancelado. Nesta terça, nenhum vôo deixou de acontecer.

A assessoria da Anac não soube informar se aconteceram reuniões entre a diretoria da empresa e a agência, nos últimos dias e também não soube dizer se algum vôo da Pantanal foi cancelado nesta terça. Enquanto isso, Moacir diz que aguarda informações da diretoria da empresa, em São Paulo, sobre o que vai acontecer nesta quarta. A equipe da ACESSA.com entrou em contato com o representante da empresa, mas ele não atendeu o telefone por volta de 19h20.

A assessoria da Prefeitura informou que a empresa Trip Total Linhas Aéreas já demonstrou interesse em assumir, imediatamente, os vôos de Juiz de Fora para São Paulo no caso de a Pantanal ser impedida de operar a partir desta quarta.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.