Quinta-feira, 30 de dezembro de 2010, atualizada às 11h15

Vendas de passagens rodoviárias para o Réveillon aumentam até 40% em relação aos outros meses do ano

*Eliza Granadeiro
Colaboração
Foto de passagens para viagens

Muitos juizforanos vão deixar a cidade para curtir as festas de Réveillon em outro lugar. Nessa época, o movimento nas agências de viagem cresce bastante e as vendas de passagens rodoviárias aumentam até 40% em relação aos outros meses do ano. O fluxo de pessoas que passa pelo Terminal Rodoviário Miguel Mansur cresce entre 45% e 50%.

"Registramos um aumento de até 40% na vendagem de passagens para o litoral e para o Estado do Rio de Janeiro. Cidades do Espírito Santo e Cabo Frio são os lugares mais pedidos", afirma a gerente de uma agência de viagens da cidade, Sandra Fabri. Ela explica que as dez empresas rodoviárias com as quais trabalha precisaram disponibilizar carros em horários extras para atender à demanda desta época do ano.

Movimento na rodoviária deve crescer até 45% devido às festas de final de ano

O gerente de outra agência da cidade, Ricardo de Assis Martins, explica que a necessidade de aumentar as opções de horários dos ônibus foi tão grande que, atualmente, alguns carros estão saindo de Juiz de Fora em direção ao Rio de Janeiro com intervalos de 15 minutos. Com o movimento normal durante o ano, o intervalo de saída é de uma hora. "Em nossa agência, o aumento foi entre 20% e 30%, em relação aos outros meses. Alguns dos destinos mais procurados são a Região dos Lagos, no Estado do Rio de Janeiro; Guarapari e Piúma, no Espírito Santo, entre outros", afirma. Martins recomenda a quem vai viajar chegar com alguma antecedência para fazer o embarque no Terminal Rodoviário Miguel Mansur para evitar perder o horário do ônibus.

Segundo o gerente da Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart), Alexandre Rodrigues Soares o movimento de passageiros no Terminal Rodoviário Miguel Mansur começa a aumentar a partir desta quinta, 30 de dezembro, e se intensifica na sexta, 31. Rodrigues também sugere que as pessoas cheguem com antecedência de 30 a 40 minutos ao Terminal e que não esqueçam documentos de identidade e de nomear as bagagens, reduzindo a possibilidade de extravio durante as viagens.

*Eliza Granadeiro é estudante do 6° período de Comunicação Social da UFJF

Os textos são revisados por Thaísa Hoskem

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.