Curitiba: a capital da organização

Enviado por Érik Carvalho
Sociólogo, 29 anos

Curitiba é uma ótima cidade para quem está pensando em passear, conhecer ou, até mesmo, planejando uma inesquecível lua-de- mel! Já não bastasse a fama de ser cidade modelo, pela preservação da limpeza em suas ruas e locais públicos, além de ter um ótimo sistema de transporte e ser amplamente arborizada, a cidade ainda reserva atrações incríveis para o turismo. Lá eu e minha esposa pudemos conhecer de perto o Jardim Botânico que é um sonho de lugar.

Totalmente verde com jardins limpos e lindos! Flores de várias espécies além da sua estufa gigantesca que serve de cartão postal para a cidade, quem visitar este lugar não pode deixar de conhecer também o Museu Botânico, que tem exposições de quadros além de uma feirinha artesanal com lembrancinhas da cidade.

Quando chegamos à cidade não dava muita importância para os parques até conhecer o Barigui, um lugar indescritível onde as pessoas caminham no asfalto que é bem sinalizado e bem delimitado para carros e pedestres ou mesmo pelos seus imensos metros quadrados de grama verde e bem cuidada, além disso existe um enorme lago onde é possível ter contato direto com patos que nadam bem próximo as margens, o passeio de pedalinho é indispensável!

Outro parque que visitamos foi o Tanguá, lá é simplesmente maravilhoso também! Logo na entrada, existe um balé das águas com vários chafariz, uma passarela que fica num penhasco dá uma visão geral do parque, que como o Barigui é bem verde e muito bem cuidado. Existem também trilhas onde as pessoas podem caminhar e em uma delas há um túnel onde através de uma passarela de madeira é possível chegar bem perto a uma cachoeira com aproximadamente uns 100 metros de altura.

Para quem gosta de comida não pode deixar de visitar o bairro Santa Felicidade. É um local que foi colonizado por italianos e que se tornou o reduto gastronômico mais famoso da cidade. Lá é possível visitar várias vinícolas e degustar saborosos vinhos, além de se fartar na deliciosa culinária italiana. Existem no bairro inúmeros restaurantes com diversas especialidades também. No Santa Felicidade está o Madalosso, considerado o maior restaurante das américas com acomodações para mais de mil pessoas divididas em vários salões, todos com nomes de cidades italianas.

Outro lugar que você não pode deixar de visitar é a Torre Panorâmica. São 109 metros de altura, onde é possível ver toda cidade com informações sobre localização - norte, sul, leste, oeste. Esta torre era da antiga Telepar, Cia de Telefone do Paraná, desde que foi privatizada ela se tornou um ponto turístico.

Um outro ponto turístico legal na cidade é a Praça do Japão. Lá conscentra-se o memorial japonês, além de jardins com Bonzais e pequenas cascatas, ótimo para quem gosta de tirar fotos e levar crianças. O museu Oscar Niemayer é outro lugar onde não se pode deixar de ir, a arquitetura empregada neste museu é fabulosa.

A única coisa que não pode ser aproveitada foi o frio, afinal ainda não temos como controlar a metereologia, e durante a semana em que passei por lá raras foram as vezes em que meu casaco me fez companhia durante os passeios.

Para ver a galeria de fotos do Érik, clique aqui

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.