Arquitetura de Portugal contrasta o moderno com o antigo País encanta os turistas pela beleza dos monumentos, das praias, das ruelas e das fachadas das casas com detalhes em azulejos


Daniele Gruppi
Repórter
11/11/2008

Portugal reserva belas paisagens e surpreende os turistas, como a estudante de administração Maíra de Castro, que passou 25 dias no país. Visitou castelo, feira de arte, shoppings, monumentos antigos, praças, foi à praia e, claro, não deixou de experimentar o tradicional pastel de Belém e o famoso vinho do porto.

Maíra viajou em julho, época de verão no território lusitano. Ficou na casa de uma amiga em Vila Nogueira do Azeitão, em Setúbal, situada a 32 quilômetros de Lisboa.

Setúbal é a cidade de figuras relevantes na literatura, como os poetas Manuel Maria Barbosa du Bocage, que recebeu uma estátua em homenagem (foto abaixo e à esquerda) , e Sebastião da Gama. A estudante conheceu por fora a casa da família de Gama. Não pôde entrar, já que os quartos foram alugados. Visitou também o Castelo de São Filipe, um dos maiores patrimônios português.

Percorreu também em Setúbal lugares, como Santana, Maçã, Aldeia da Piedade, Aldeia de Irmãos, Aldeia Grande e Sesimbra. Foi à capital lusitana e se encantou. Maíra comentou sobre a arquitetura de Lisboa. "Mistura o clássico e o moderno e as fachadas possuem detalhes em azulejos."

A estudante afirma que as construções antigas são bem preservados pelos portugueses. "É tudo muito limpo e organizado." Maíra foi à Feira Internacional de Arte, ao Shopping Vasco da Gama e à calçada Marquês de Tancos, onde fica o Padrão dos Descobrimentos (foto abaixo e à direita).

O monumento tem a forma de uma caravela, com o escudo de Portugal nos lados. Foi erguido pela primeira vez, em 1940, de forma efêmera, integrado na exposição do mundo português, da autoria do arquiteto Conttinelli Telmo (1897 – 1948) e do escultor Leopoldo de Almeida (1898 – 1975).

Foto Estátua do Poeta Bocage Foto de Maíra nas ruelas de Portugal Foto de Maíra no Padrão dos Descobridores

A sua concentração definitiva é da data de 1960, quando foi celebrado o 5º centenário da morte do infante D. Henrique. O acesso ao local é feito pelo elevador situado dentro do edifício. Do lado de fora, há o mapa central, com figuras de galeões e sereias desenhadas, que mostra as rotas das descobertas concretizadas nos séculos XV e XVI.

Maíra passeou pela ponte Vasco da Gama, que passa sobre o rio Tejo, considerada uma das maiores da Europa, e também pela ponte 25 de abril. Como não poderia ser diferente, conheceu o Mosteiro dos Jerónimos.

A estudante foi a um local de produção de vinícola, onde experimentou algumas variedades. Na vinícola por onde passou, os barris antigos, cujo processo de fabricação demora anos para ser concluído, contrastam-se com os equipamentos modernos.

Foto no shopping Vasco da Gama Foto em Portugal Foto na Feira Internacional de Artes

Sobre a gastronomia portuguesa, Maíra acrescenta que, além de vinhos e licores, fazem parte os pratos à base de peixe e de carne de porco. É forte a presença também das azeitonas. Em Lisboa, a turista se deliciou com os pastéis de Belém (foto abaixo e ao centro).

Como em Portugal, a língua oficial é o português há a facilidade de se viajar pelo país inteiro sem encontrar problemas de comunicação. A estudante afirma que os lusitanos demonstraram ter uma imagem ruim dos brasileiros. O país além de atrair turistas recebe pessoas que vão em busca de trabalho.

"Onde chegava, as pessoas percebiam que era brasileira devido ao sotaque. Teve uma senhora que me perguntou: 'Você também veio ganhar a vida aqui?" E respondi que só estava em Portugal a passeio, mas ela parecia não ter acreditado, já que insistiu que muitos iam para trabalhar."

Foto em Portugal Foto da entrada do local onde vende Pastel de Belém Foto em Portugal

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Arquivo

Ver mais...