Eduarda Guerra Eduarda Guerra 3/09/2014

Hora de embarcar. E agora?!?

viagensPlanejar uma viagem é algo que nos deixa animados e ansiosos e, na maioria das vezes, tentamos fazer tudo com antecedência para não ficarmos afobados na hora de embarcar. Ter tempo de sobra pode nos causar transtorno, pois ficamos tão relaxados que nos esquecemos de fazer a principal coisa: fazer o check-in.

Você, marinheiro de primeira viagem, pode estar se perguntando: mas o que é o tal do check-in? O check-in é o procedimento realizado pelas companhias aéreas para: identificação do passageiro, emissão do cartão de embarque e finalmente despachar suas malas para o avião que você embarcará. Graças à tecnologia, podemos realizar o check-in via internet, por aplicativos para tablets e celulares ou da maneira mais tradicional, que é no balcão da companhia aérea, dentro do aeroporto.

Uma vez realizado o check-in, precisamos achar o nosso portão de embarque e isso, pode ser algo fácil ou difícil dependendo do tamanho do aeroporto. Por isso, dê prioridade a achá-lo e depois utilize o tempo de sobra para passear pelas lojas que vendem souvenirs, fazer um lanche, ler um livro ou algo que ajude a passar o tempo.

Atenção! Quando há escalas entre voos, muitas companhias aéreas não fazem o transporte de sua mala automaticamente. É preciso checar a informação antes de embarcar para você ter certeza se precisa fazer outro check-in e despachar as malas para o destino final ou, se pode ir direto para o portão de embarque.
Em 2008, quando estive pela primeira vez no Aeroporto Internacional de Atlanta, (o mais movimentado do mundo) eu tive apenas uma hora para achar o meu portão de embarque. O aeroporto é tão grande que usamos metrô para atravessá-lo em meio a toda essa confusão de pessoas indo e vindo, aconteceu o mais esperado (e temido), que era me perder.

Na época, com o inglês básico, com sufoco consegui comunicar-me com a companhia aérea e descobrir que minha mala já havia sido despachada. Depois disso, precisei correr durante 25 minutos até o último portão de embarque.

Finalmente a aventura chegava ao fim. Consegui passar pelo portão de embarque, passar pela revista e adentrar o avião. Quando percebi, faltavam apenas três minutos para o avião decolar. Estavam todos sentados, com cintos afivelados e esperando pela passageira retardatária, que chegava esbaforida, desorientada e descabelada: eu. Senhoras e senhores apertem os cintos, o avião vai decolar.


Eduarda Guerra é jornalista, amante da natureza e apreciadora de bons vinhos, livros e esportes ao ar livre. Com sua mochila inseparável, adora conhecer novos lugares e pessoas de culturas diferentes.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.