• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Entrevista para emprego


    Saiba como superar a ansiedade, o nervosismo e a timidez durante uma entrevista para emprego. Anote as dicas!

    Renata Cristina
    *colaboração
    29/06/05

    O psicólogo, especialista em RH, Eduardo Santos, dá dicas de como se sair bem em uma entrevista. Clique!

    Leia!

    Entrevista! Você, provavelmente, já passou ou irá passar por essa situação que mistura um pouco de tensão, expectativa e ansiedade. As reações são tão diversas que, em alguns casos, os extrovertidos ficam sérios, os tímidos se calam e a maioria fica com o coração acelerado e com os nervos à flor da pele!

    Mas nem tudo está perdido. Uma boa preparação focada nos objetivos do primeiro contato pode te ajudar a conseguir a vaga. O estudante de Comunicação Social, Thiago de Souza, disputou uma concorridíssima vaga no departamento de imprensa da Brasil Center Comunicações e obteve sucesso. Para isso, ele contou com uma forte aliada: a informação. "Tentei conhecer um pouco a respeito da empresa e do meu campo de atuação. É importante que o candidato saiba se é realmente aquilo que ele almeja", ressalta.

    A administradora de empresas, Carolina Fernandes Braga (foto ao lado), também já enfrentou uma série de entrevistas durante o período de faculdade e após a formatura. Empresa júnior, laboratório de exames, bancos, automobilísticas e um escritório de advocacia foram alguns dos locais em que a profissional tentou uma vaga. "Na maioria deles consegui o trabalho, me preparando para responder as possíveis perguntas tanto sobre minhas experiências anteriores, quanto das minhas perspectivas de trabalho, ou sobre minha personalidade", diz.

    Apesar do sucesso, ela garante que se sente incomodada com a insegurança e o nervosismo dessa etapa de seleção. "Sei que são sensações naturais antes da entrevista, já que não sabemos como serão as perguntas", avalia. No caso de Souza, o "encontro com uma pessoa desconhecida" é o seu principal fator de expectativa. "O entrevistado não te conhece e irá fazer um "juízo" de você que, às vezes, não corresponde com a realidade."

    A universitária, Mariana Petraglia (foto ao lado), considera-se tímida e, por esse motivo, sempre fica nervosa quando é entrevistada. "Tento me concentrar ao máximo para ficar mais calma e ser o mais natural possível. Acho que não devemos forçar a "barra" e mostrar uma pessoa diferente do que somos. Isso irá se revelar mais tarde", garante.

    O psicólogo e consultor em recursos humanos, Eduardo Santos, explica que o objetivo de uma entrevista é obter dados que dêem subsídio ao entrevistador para escolher, com a maior probabilidade de acerto possível o candidato que se adequa melhor aquele cargo. E para os que temem essa etapa inevitável ele adverte: "Um bom entrevistador não está ali para derrubar o candidato com pegadinhas e situação ambíguas. O entrevistador experiente sabe que nem toda pessoa consegue demonstrar o seu real potencial espontaneamente".

    Preparação

    A preparação faz a diferença durante uma entrevista. Isso não quer dizer que você tenha que decorar um texto sobre a sua experiência profissional ou sua vida. O ideal é parar e refletir um pouco sobre o cargo que você almeja, suas possíveis áreas de atuação e de que forma você poderá contribuir para a empresa. Por isso, a informação é sua melhor arma. Procure saber mais sobre você mesmo, recorde seus pontos de destaque na carreira e, é claro, pesquise sobre o lugar onde quer trabalhar. Isso tudo pode fazer a diferença.

    Veja algumas dicas importantes do psicólogo e consultor Eduardo Santos:

    • a) Um bom primeiro passo é obter informações sobre a empresa. Procure conhecer seus valores, filosofia, últimas notícias veiculadas na mídia. Visite o site da empresa, conheça sua área de atuação, seus produtos e serviços.

    • b) Uma das primeiras fontes para a elaboração de perguntas é o seu currículo. Tenha sempre em mente o que você redigiu neste documento.

    • c) Procure trabalhar com resultados, ou seja, o que você acrescentou nos trabalhos anteriores. Resultados enchem os olhos e vendem bem a sua imagem. Não invente dados, isto pode ser fatal. Procure apresentar tudo aquilo que diferencie você: posição no ranking de produtividade ou vendas, prêmios recebidos, metas alcançadas, promoções por mérito, sugestões que foram implantadas, projetos especiais que tenha participado, etc.

    • d) Se preocupe com sua apresentação pessoal. Cabelos penteados, unhas limpas e aparadas, barba feita, sapatos limpo e roupas bem passadas e discretas. Cuidados com os acessórios, use o bom senso. Lembre-se: não é um desfile de modas. Quando for obter informações sobre a empresa procure descobrir o tipo de roupa que é usado no expediente. Em caso de dúvidas o esporte fino e uma ótima opção. Mulheres devem evitar maquiagem forte e decotes ousados.

    • e) Identifique o local exato da entrevista com antecedência para no dia não ser surpreendido.

    • f) Ao ser recebido cumprimente o(s) entrevistador(es) com um firme aperto de mãos. Durante a entrevista olhe nos olhos do entrevistador, procure gesticular sem excessos, e não se apavore caso precise parar um pouco para pensar.

    • g) Calma é a palavra chave em uma entrevista. Sabemos que a situação em si já é apavorante para a maioria das pessoas, mas se não conseguirmos controlar o nervosismo teremos nossas chances reduzidas. Por isso procure chegar com pelo menos 10 minutos de antecedência. Concentre-se e controle sua respiração. Isto irá ajudá-lo.

    • h) Existem dicas que são uma faca de dois gumes. Por isso não crie uma imagem que você não é. Cada empresa procura um colaborador que se encaixe em sua cultura. Dependendo da vaga ou empresa a preferência pode ser por alguém introvertido, quando na realidade achamos que o extrovertido é o padrão. Enquanto uma pode ser melhor ocupada por pessoa mais racionalista, outra pode ser por alguém mais intuitivo.

    Perguntas freqüentes

    Em geral, as entrevistas possuem algumas perguntinhas básicas e você já pode ir pensando sobre alguns temas. Vida familiar, experiência profissional, cursos de idiomas, trabalhos de destaque são alguns assuntos recorrentes. Dessa forma, você garante desembaraço e, quem sabe, uma vaga!

    • Vida familiar
    • Saúde
    • Vida social
    • Projetos para o futuro
    • Experiência profissional - fale sobre sua suas experiências mais significativas, o que cada emprego lhe acrescentou de experiência, o que você sabe fazer, situações que contribuíram para o seu crescimento profissional. Ë o momento para apresentar aqueles resultados que citamos anteriormente.
    • Problemas enfrentados em trabalhos anteriores - é quase impossível você nunca ter tido uma situação difícil (assédio, pressão, injustiça, dificuldade de relacionamento, erros, etc.). Relate o que for pedido e complete com aquilo que isto contribuiu para o seu desenvolvimento. Lembre-se: os nossos erros são ótimas oportunidades de aprendizagem. A melhor forma de responder a uma pergunta é ser direto e contextualiza-la. Relate quando, onde, como aconteceu e o qual a lição aprendida.

    Fique atento

    Sabe aquela frase no lugar e hora errados? Então, você não vai querer dar uma dessas, vai? Portanto, fique atento a pergunta que foi feita e não fuja do assunto. Seja natural, objetivo e não transforme a entrevista em um desabafo pessoal. Tome cuidado com as seguintes situações:

    • Cuidado ao criticar empresas e trabalhos anteriores. Tem certas coisas que terão que ser ditas, mas use o bom senso.
    • Não fuja das perguntas e não seja muito sucinto. Objetividade é muito importante, contudo procure dar conteúdo às suas respostas.
    • Não invente dados ou características que você não tenha ou não seja. Você pode estar entregando a corda que irá enforcá-lo.
    • Não chegue atrasado. Caso aconteça algum imprevisto incontornável ligue e avise com antecedência.
    • Não beba e não use calmantes para amenizar seu nervosismo, normalmente o efeito é pior.

    Renata Cristina é estudante do 8º período de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.