• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Dia da Secretária


    Conheça um pouco da história de algumas mulheres
    que têm orgulho de sua profissão

    Chico Brinati
    Repórter
    30/09/05

    Veja o depoimento da secretária Luciana Aparecida Silva sobre algumas vantagens da profissão.

    Veja!

    Elas são responsáveis por cuidar da agenda diária de profissionais em diversos setores, organizar seus compromissos, atender suas ligações e ainda receber seus clientes. Braço direito de seus chefes, as secretárias são fundamentais na organização de um consultório, escritório, dentre outros. Em comemoração ao seu dia, 30 de setembro, a equipe da ACESSA.com foi conhecer um pouco da rotina de algumas secretárias que têm orgulho de sua função.

    Sou secretária ...

    ... por opção

    Quando concluiu o curso técnico em enfermagem, Samanta Daibert (foto ao lado) já tinha certeza de que não iria seguir carreira com o diploma recém conquistado. "Eu teria que trabalhar com outras pessoas no mesmo cargo que o meu. Isso causa muita fofoca, muita inveja. Por isso, optei por ser secretária. É um trabalho tranquilo, não tem ninguém para criticar, para me atrapalhar. Tenho pânico de colegas de trabalho", confessa.

    Ela nunca atuou em outro cargo e, há cinco anos, trabalha num consultório cuidando da agenda de três médicos. "É puxado, tenho que cuidar de três agendas, de convênio médico, marcação de consultas, atendo três telefones", desabafa. Sua rotina de 25 horas semanais, segundo ela, exige muita paciência, atenção e memória boa para não errar na marcação dos compromissos. No entanto, gosta do que faz. "Sou secretária por opção, porque gosto. Não saio estressada depois de um dia de trabalho. Sei do que tenho que fazer no meu dia-a-dia, das minhas responsabilidades, isso é bom", diz.

    Mesmo dizendo que o salário não é o bastante, Samanta não quer deixar a profissão. "A gente quer sempre crescer profissionalmente, mas estou feliz com a minha função", conclui.

    ... por acaso

    Já a secretária, Daniela de Souza Rodrigues (foto ao lado), pretende deixar o cargo que exerce há quatro anos e meio numa clínica médica para fazer uma faculdade. "Por enquanto, estou satisfeita, mas pretendo seguir minha vontade de formar em Educação Física", comenta.

    Ela tornou-se secretária por um acaso. "Estava procurando o meu primeiro emprego e foi o que apareceu. Acabei gostando", alega. Seu horário de trabalho é um pouco mais intenso: 40 horas semanais. Para ela, o fundamental é manter sempre a simpatia, educação e paciência, para não sair do expediente com "cansaço mental'.

    ... por prazer

    Podemos dizer que o escritório de advocacia em que a secretária, Luciana Aparecida Silva (foto ao lado), trabalha, não "funciona" sem ela. Luciana chega às oito da manhã, faz uma limpeza geral até as 11h, depois fica por conta de atendimentos telefônicos, serviços bancários, contas a pagar, avisos de compromissos etc. "É uma responsabilidade gostosa", garante.

    Segundo ela, que já foi babá e está em seu quarto emprego em oito anos de secretariado, é imprescindível, na profissão, ser educada. "Temos que ter educação para lidar com pessoas diferentes. Disso vem outras qualidades, como a simpatia e o respeito. Às vezes, chegam clientes nervosos ou os patrões não estão num bom dia, temos que ser pacientes", alega.

    Luciana quer permanecer na profissão até chegar à uma faculdade. "Quero ficar mais tempo porque é um serviço tranqüilo, você tem tempo para estudar durante o expediente, o horário é bom, tem fim de semana livre... A profissão é muito gostosa, você aprende muito, adquire conhecimento. Acho que é porque gosto do que faço", comenta. Segundo ela, o salário que ganha não é muito, mas ela o administra de tal forma que consegue "comprar suas coisinhas e ter seus momentos de lazer".

    ... por tranquilidade

    A então cabeleireira, Glória Moreira (foto ao lado), se viu cansada de uma rotina pesada no salão de beleza e resolveu buscar "novos ares" em outra profissão. Decidiu ser secretária. Este ano, ela completa uma década de serviços prestados num consultório de pediatria. "Resolvi trocar de função, pois o horário e o serviço são melhores, consigo fazer minhas tarefas em casa, além de folgar todo o fim de semana", explica.

    Para ela, a característica principal de uma secretária é ser discreta. "Tem momentos que você tem que ser transparente. A discrição somada à simpatia, à responsabilidade e ao bom trato com o público, é garantia de sucesso na área", comenta.

    Segundo Glória, hoje, não trocaria o emprego. Além de gostar de seus afazeres, ela se diverte com os casos estranhos que acontecem no consultório. "Tem mãe que leva o filho no médico toda sexta-feira para prevenir, já que ele poderia passar mal no fim de semana, outra sempre liga perguntando como deve dar iogurte para a criança e por aí vai', diz.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.