• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Síndrome do Intestino Irritável
    Prisão de ventre ou intestino solto podem ser sintomas


    Sílvia Zoche
    17/09/2004

    Foto ilustrativa Há algum tempo, seu relógio biológico anda descontrolado. Você não entende o motivo e resolve procurar um médico. São feitos exames e não aparece nenhuma alteração bioquímica e estrutural. O diagnóstico é a Síndrome do Intestino Irritável (SII). Nome estranho, mas uma doença que se tornou comum no mundo moderno. O número de pessoas afetadas por essa síndrome alcança 10% a 20% da população em países europeus ou nos Estados Unidos.

    De acordo com a nutróloga Alice Amaral, a síndrome é uma doença crônica, com sintomas recorrentes e diz que é comum as pessoas terem os sintomas e só procurarem o médico quando o número de evacuações aumenta ou diminui a freqüência.

    Mas é possível ficar durante muito tempo sem apresentar os sinais da síndrome. "Às vezes, a pessoa fica um longo período sem apresentar os sintomas", diz a nutróloga. E acomete mais as mulheres geralmente no final da adolescência ou antes dos 30 anos. "Isso não significa que não ocorra em homens ou mulheres com idade acima de 30 anos", explica. O problema não tem causa conhecida, mas acredita-se que tenha a ver com a alimentação e, até mesmo, com a parte psicológica.

    Sintomas
    Os principais sintomas são:


  • Dor e distensão abdominal, na parte inferior
  • Alterna períodos de diarréia com prisão de ventre
  • Presença excessiva de gases
  • Sensação de não esvaziamento completo, após a evacuação

  • A nutróloga explica que, normalmente, quem possui a síndrome são pessoas ansiosas, com oscilações de humor e tendência à depressão. "A pessoa que tem tendência à depressão, faz-se necessário o uso de medicamento anti-depressivo", diz.

    Foto ilustrativa Outro ponto ressaltado foi a alimentação correta. "Uma alimentação visando a diminução desses gases". Para isso, ela indica a eliminação de alimentos que fermentam. Quem possui tendência à prisão de ventre, é preciso ingerir alimentos ricos em fibra, para ajudar o trânsito intestinal.

    O ideal é que se faça várias pequenas refeiçoões durante o dia. "Se você fica muito tempo sem se alimentar, você vai estar aumentando a formação de gases.".

    Alimentos que se deve evitar

    Foto
ilustrativa

  • Bebidas alcoólicas
  • Refrigerante
  • Chiclete
  • Alimentos com cafeína
  • Chocolate
  • Frutas que fermentam (maçã, pêra, ameixa vermelha, cereja, uva)
  • Alimentos gordurosos (banha de porco, bacon, a carne de porco)
  • Feijão
  • O que é bom ingerir

    Foto ilustrativa
  • Muita água
  • Frutas frescas
  • Cereais integrais
  • Carnes magras, como frango sem pele, peixes, atum, sardinha
  • Fibras diversas
  • Gordura em pouca quantidade e que seja de origem vegetal, como óleo de girassol

  • Dica

    É importante saber:

    A ingestão de fibras deve ser feita gradualmente, para que o organismo se acostume e não aumente os gases intestinais. Somente quem tem problemas de prisão de ventre pode se alimentar com fibras. Mas, no caso da diarréia, o aumento de fibra pode piorá-la.

    Tratamento

    Thaís S.de Oliveira C. Dutra A atendente, Thaís S.de Oliveira C. Dutra, diz que há algum tempo, sofria com a prisão de ventre. "Era muito incômodo. Tinha muitas dores abdominais".

    Ela conta que procurou um médico, depois que evacuou sangue. "Fiquei desesperada", diz. Foram pedidos exames e contatou-se que estava tudo normal. A médica providenciou uma mudança na alimetação de Thaís. "Realmente, eu estava me alimentando de forma errada. Comia muita massa", conclui.

    Um alerta da médica de Thaís é que de nada adianta tomar laxante. "Ela me disse que o organismo não funciona por conta própria e acaba viciando", relata Thaís. Desde julho, Thaís vem se alimentando com verduras, legumes e fibras e tem evitado chocolate e refrigerante. Mas admite que não segue corretamente o cardápio. "Mas a mudança na alimentação já ajudou. Não tenho sentido mais dor", afirma.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.