• Assinantes
  • Saúde


    Artigo
    Adoçantes
    ::: 29/08/2006

    Adoçante ou edulcorantes são substâncias milhares vezes capazes de reproduzir a sensação de sabor doce. O consumidor brasileiro encontra nos supermercados e lojas especializadas alguns diferentes tipos de adoçantes: ciclamatos e sacarinas sódicas ou de cálcio , estévia , aspartame , sucralosa e acesulfame k.

    O consumo dessas é seguro para gestantes , crianças e adultos? Essas perguntas sempre nos rodeiam. Muita informação equivocada circula por aí. Todas as substâncias aqui citadas possuem registro junto a ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o que garante um grau de segurança confiável em seu uso.

    Os ciclamatos e sacarinas em sua maioria se apresentam com sais de sódio, o que requer para hipertensos e outras pessoas com sensibilidade a este mineral, cautela no consumo. Isto quer dizer que em caso de hipertensão arterial (pressão alta) , insuficiência renal e outras patologias sensíveis ao sódio, o consumo deverá ser controlado ou evitado se necessário , substituindo - se por outro edulcorante.

    A sucralosa , derivada do bagaço da cana não possui estudos que contra indiquem seu uso. O aspartame teve um alerta lançado em 2005 pela Fundação Européia de Oncologia e Ciências B Ramazzini em Bolonha - Itália , sob suspeita de gerar linfomas e leucemias em ratos. Quando metabolizado , este libera ácido aspartíco , fenialanina e metanol, devendo ser evitado por portadores de fenilcetonúria.

    Até 1999 , ano no qual circulou pelo mundo rumores de provocar esclerose múltipla , lúpus e tumores cerebrais as pesquisas indicavam que para um adulto de 60 kg , 2.400 mg poderia ser tóxico ou seja 48 envelopes de 1 g ou 4 litros de refrigerante diet. Após o alerta lançado em 2005 pela B Ramazzini a ANVISA orienta:

    • Os resultados devem ser confirmados pela EFSA - Autoridade Européia de Segurança Alimentar , órgão que sugere não fazer mudanças na dieta dos consumidores com base nesta pesquisa.

    • O tema foi submetido a CTA na 14º e 15º reunião ordinária sugerindo que, por não ser conclusivo o estudo lançou um alerta e a necessidade de aprofundar pesquisas no assunto.

    • Uma nova avaliação toxicológica e de resíduos de aspartame será realizada pelo JECFA ( Joint FAO/OMS Expert Commitee on Food Additives) , órgão que reúne especialistas mundiais que determinam as IDA - ingestões diárias aceitáveis.

    A estévia é um adoçante natural derivada de uma planta encontrada no sul do Brasil e Uruguai , não havendo restrições a seu uso. O acesulme k é muito utilizado pela indústria na Europa e no Brasil pela indústria de alimentos , não havendo restrições a seu uso.

    Importante lembrar que as quantidades de calorias fornecidas por estes edulcorantes é desprezível e que 5 a 10 gotas ou 1 envelope de 1 g de pó é suficiente para adoçar. Doses altas de consumo devem, assim como esquecidos o número de 10 gotas por xícara/copo.


    Arnaldo Pinheiro
    é nutricionista formado pela UFV em abril de 1992
    trabalhando na área de nutrição clínica, nutrição enteral
    e nutrição esportiva.

    Sobre quais temas (da área de nutrição) você quer ler novos artigos nesta seção? O nutricionista Arnaldo Pinheiro aguarda suas sugestões no e-mail viver_nutricao@acessa.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.