• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Acupuntura
    Equilíbrio e harmonia através das agulhas

    Flávia Machado
    12/06/2001

    Equilíbrio é sinônimo de Acupuntura. Pelo menos é este o caminho que ela vem traçando ao longo de mais de cinco mil anos de evolução, sendo tratada como parte da Medicina Tradicional Chinesa. No Brasil, bem como no resto do Ocidente, esta terapia é recente, sendo trazida pelos chineses no início do século 20 e, somente na década de 80, foi reconhecida como medicina vibracional (assim como a Homeopatia). Atualmente, a Acupuntura é bastante difundida e o tratamento tem sido uma importante alternativa para aqueles que não encontram diagnósticos na medicina tradicional - a alopática -, ou mesmo para a prevenção de doenças e como terapia.

    Como explica o terapeuta e acupunturista Armando Falconi Filho (foto ao lado), a acupuntura consiste em canalizar energias. Explicando melhor o termo, no corpo humano existem "canais de energia" sensíveis a qualquer desequilíbrio do organismo. Ao todo são 12 canais principais e dois secundários. Tanto a falta como o excesso de energia vão fazer com que se inicie algum distúrbio ou doença. A acupuntura trata “remanejando energias”, através do uso de agulhas, ou seja, ela desvia de pontos em excesso para outras partes do corpo, agindo ao contrário quando acontece a falta. “É a busca do equilíbrio e da harmonia”, ressalta o terapeuta.

    Existem várias técnicas que ajudam o acupunturista a identificar qual o problema de determinado paciente. Uma das mais comuns é chamada de miaku-chyn ou diagnóstico do pulso, em que o terapeuta faz uma análise do paciente somente pelo toque dos canais de energia do pulso. Outras técnicas utilizadas são a apalpação abdominal, a dos pontos de alarme, a Fisiognomonia, análise pela face do paciente, e também a Iridologia, diagnóstico feito através da íris.

    Terapias diversas

    Aliado à Acupuntura, o terapeuta Armando Falconi também utiliza uma série de outras terapias que podem auxiliar em diversos tratamentos. A Fitoterapia, que consiste no uso de plantas medicinais; a Trofoterapia, utiliza alimentos como remédios; Massagens como DO-IN, Shiatsu; e Terapias do Movimento, tais como Kung fu e Tai chi chuan. A Aurícoloterapia, onde uma agulha é colocada dentro da orelha, é um tratamento indicado para obesidade e vícios. O terapeuta esclarece que tudo vai depender do estado de saúde do paciente e, claro, da sua vontade em aliar outras terapias ao tratamento da acupuntura.

    A funcionária pública, Suely Ferreira Dotta, 51 anos, começou a fazer acupuntura há pouco tempo para tratamento da coluna em função do excesso de peso e diz que já sente os resultados. “Não achava que iria adiantar, mas resolvi fazer acupuntura por indicação de uma amiga e estou muito satisfeita com os resultados”, garante.

    Indicações

    A acupuntura é indicada para diversos tratamentos e cada sessão dura cerca de 60 minutos. O número de sessões vai depender da idade do paciente e também da gravidade do problema. A periodicidade das consultas varia de 7 a 21 dias.

    Armando Falconi Filho é Bacharel em Direito, com pós-graduação em Florais de Bach, possui curso de Acupuntura Tradicional Chinesa e é Master Trainer em Programação Neurolinguística - PNL. Este ano ele completa 25 anos de acupuntura. Mais informações na Internet: www.falconi.com.br

    Quem pode exercer a profissão

    Até o momento, a prática da Acupuntura no Brasil ainda não possui nenhuma forma de regulamentação. Isto significa que tanto médicos formados quanto outros profissionais podem exercer a função, podendo ser acupunturistas habilitados ou de formação oriental. Em 1995, o Conselho Federal de Medicina reconheceu a acupuntura como uma terapêutica passível de ser utilizada também por médicos, autorizando-os a empregarem a técnica das agulhas e introduzindo cursos de acupuntura, em nível de pós-graduação (ou especialidade), em algumas escolas de medicina. Mas isso não restringe somente aos médicos a prática da acupuntura.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.