• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Esportes radicais Alguns locais para praticar em Juiz de Fora

    Guilherme Oliveira
    * Colaboração
    27/04/2007

    Extinto de sobrevivência. Talvez essa seja a única característica peculiar a qualquer espécie. Se manter em local seguro, longe do perigo sempre foi o objetivo do ser humano. Porém, com o passar dos tempos, o homem começou a buscar o prazer, vencendo a sensação de medo, através de esportes radicais, ressaltando que quem pratica, deve fazê-lo com a devida segurança.

    E as pessoas procuram desvendar lugares e superar obstáculos, uma mistura de boas sensações, pura adrenalina e sensação de bem estar. Para pano de fundo, a natureza se fixou como local ideal e também virou quesito obrigatório para o homem sentir todo esse prazer sem se esquecer do tal "extinto".

    Em Juiz de Fora, o que não faltam são opções, seja na terra, na montanha ou nos céus. Então, aperte bem o cinto, ou segure bem a corda, coloque o capacete e conheça o que há de radical por Juiz de Fora e outras bandas próximas.

    Nas alturas

    Para quem não tem medo de altura, ou espera vencer o medo, mesmo que de olhos fechados, os céus da cidade é o "local". No Aeroclube Juiz de Fora, o pára-quedismo é o esporte radical. Em queda livre, chega-se a velocidade de até 200km/h. "É o esporte mais radical do planeta", defende o professor Luiz Cláudio, ou simplesmente "Dim", que salta há dez anos.

    A partir dos 15 anos, com a autorização dos pais, já se pode praticar o esporte. O primeiro salto acontece depois de dez horas teóricas. Dim explica que existem dois modelos de salto, o ASL e o AFF. No primeiro, o pára-quedas abre imediatamente após o salto. No AFF, o aluno pula juntamente com dois instrutores em queda livre e abre o pára-quedas em determinado momento.

    No ASS, a distância é de 4500 pés, ou 1500 metros. No AFF, é quase o triplo, são 12000 pés, ou 4000 metros. Em qual você arrisca primeiro? Além do pára-quedismo, no Aeroclube, existem os cursos de piloto para avião, helicóptero e ultraleve.

    Nas águas
    Dos céus para a água. Em um hotel fazenda, em Simão Pereira, próximo de Juiz de Fora cerca de meia hora de carro, pode se praticar o rafting. Um esporte que crianças, a partir dos cinco anos, já podem desfrutar. Descendo corredeiras a bordo de um bote, trata-se de um esporte coletivo que apresenta vários níveis de dificuldade.

    É radical e seguro, como qualquer outro quando se está devidamente equipado. Para praticar o rafting, o professor Sandro Correa diz que no mesmo dia, com algumas instruções, as pessoas já estão aptas a modalidade.

    "Fazemos uma preleção para as pessoas saberem como se comportarem, os tipos de remada, se cair na água. É um esporte muito seguro, em que o capacete e colete são essenciais."

    Nas montanhas

    No mesmo hotel fazenda, Sandro também dá aulas de rapel. Um esporte que exige habilidade na descida para transpor paredões, cachoeiras ou prédios com o uso de cabos ou cordas.

    Nesse local, o paredão tem 25 metros de altura. "Existem duas modalidades o "positivo" e o "negativo". No primeiro, a pessoa desce com os pés apoiados na superfície. No negativo, a descida é em uma "cadeirinha", sem utilizar o apoio dos pés, só com o auxílio da corda. "O legal é que quando você começa a descer você fica praticamente na horizontal, ai a adrenalina vai a mil", conta Sandro. Tirolesa, treking e cavalgada são outras modalidades oferecidas no local.

    Existe também o montanhismo. Um esporte completo que utiliza todo o físico e que pode ser praticado por pessoas a partir dos 12 anos de idade. "A vantagem que existe um nível de dificuldade, esse esporte adequa ao nível da pessoa, mesmo se ela for sedentária", diz o guia de Montanha e Cordada Fábio Alves Fernandes de uma empresa especializada também neste esporte.

    Segundo Fábio as vantagens de quem pratica o esporte são inúmeras. "São variadas. Você vê os lugares de um ângulo diferente, desenvolve a questão social, já que é praticado em grupo. Toda a parte física está envolvida e a relação com o psicológico é direta. Você leva a sensação do desafio, de vencer para o seu dia a dia".

    Endereço de alguns locais que onde se praticam esportes radicais em JF
  • Aero Clube Juiz de Fora (Para-Clube Águias de Ouro)

    Endereço: Avenida Guadalajara s/n - Aeroporto
    Telefone: (32) 3221-3217 e (32) 3233-1004

  • Cimo Adventure

    Endereço: Avenida Rio Branco, 3925 - loja 15
    Telefone: (32) 3061-6789 / (32) 9988-2888

  • Hotel Fazenda Santa Helena

    Endereço: aproximadamente 6 Km da BR-040. sentido BH-RJ, rodar até o pedágio no Km 814. Aproximadamente 300m depois, ao aparecerem placas indicando Belmiro Braga e Simão Pereira, virar à direita, saindo da BR-040, seguindo a orientação destas placas. Nesta nova estrada, irá se passar direto pelas entradas para Belmiro Braga e Simão Pereira
    Telefone: (32) 3229-3970


  • *Guilherme Oliveira é estudante de jornalismo da UFJF

    Para enviar endereços de outros cursos e locais de esportes radicais em Juiz de Fora e região, como os acima, envie um e-mail para redacao@acessa.com

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.