• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Fãs comemoram aniversário de Elvis Presley Cantor iria completar 73 anos no dia 08 de janeiro. Fãs do mundo inteiro preparam homenagens ao eterno astro do rock


    Renata Solano
    *Colaboração
    07/01/2008

    Elvis Aaron Presley, mais conhecido como "O rei do rock", nasceu nos Estados Unidos e, completaria, nesta terça-feira, dia 08 de janeiro, 73 anos. Fãs do mundo inteiro já se reúnem e aguardam, durante todo o ano, ansiosos a data para homenageá-lo.

    O musicista, que tocava instrumentos como guitarra, violão, piano e baixo, marcou o período da música com sua carreira artística através dos gêneros rock, R&B, blues, gospel, country e música romântica.

    Um de seus maiores dons era a sua voz que, segundo especialistas, atingia notas musicais de difícil alcance para um cantor popular.

    Mas o rei do rock marcou a vida e a personalidade de muitos jovens, também pela sua postura pessoal. "Elvis ajudava regularmente mais de 50 instituições beneficentes por ano e, inspirados por ele, muitos fãs assim como nosso fã clube, continuam a fazer o mesmo", afirma a presidente do fã clube oficial, localizado em São Paulo, Maristela Roman (foto abaixo).

    O fã clube

    Apesar de ter muitos apreciadores do rock feito por Elvis, Juiz de Fora não possui um fã clube oficial do astro. O fã clube que existe em Minas Gerais é o Clube Elvis, que fica em Contagem. Mas os interessados podem se associar ao fã clube oficial do rei do rock em São Paulo, mesmo não morando na cidade. Basta entrar no site do Elvisback e realizar seu cadastro, que segundo a presidente é gratuito.

    Foto da presidente do fã clube com o cover do Elvis Com dois anos de existência o fã clube oficial do Elvis Presley, chamado Elvis Back, surgiu através de encontros casuais dos fãs do rei. O objetivo principal é dar a possibilidade aos fãs de conhecer cada vez mais a vida do seu ídolo. "Mesmo que Elvis tenha falecido há 30 anos, ainda tem muita notícia dele, como o lançamento de filmes, reportagens, excursão, etc", descreve Maristela.

    Mas nem tudo está perfeito. Na opinião da presidente do fã clube, há pouca coisa sobre o Elvis nas rádios, na galeria do rock em São Paulo, nas lojas de discos e de objetos de cantores e de famosos. "Por isso, muitos dos fãs fazem objetos que recordam a importância desse cantor tão importante para a música e para o rock. Muitos fazem camisetas, bóton, chaveiros, broches, canetas com lembranças do Elvis", descreve Maristela.

    Outra função do fã clube, segundo Maristela, é dar continuidade ao trabalho realizado pelo ídolo. Portanto, os fãs associados realizam eventos beneficentes para arrecadar fundos para algumas instituições que necessitam de ajuda.

    Foto do fã clube

    "Como nossa sede não tem espaço suficiente para realizar esses eventos, entramos em contato com proprietários de bares e restaurantes para que eles nos cedam o espaço. Assim fazemos uma confraternização entre os fãs e conversamos sobre nosso ídolo, por exemplo e, ao mesmo tempo, possibilitamos uma ajuda financeira para pessoas necessitadas", afirma Maristela.

    Além de fazer a divulgação sobre o astro através desses eventos, o fã clube resolveu criar uma banda cover. "Era muito custoso ter que pagar algum cover para ir se apresentar em nossos eventos e, como falamos de música, é preciso que haja música" Então, tivemos a idéia de fazer um cover do Elvis", conta Maristela.

    A banda

    Foto do cover A Banda Elvisback é liderada pelo cover Adam Presley (Adam Roman) (foto ao lado). Ela foi fundada em 2006 para levar ao público o lado Rock, Blues, Pop, Funk, Country, Gospel e Romântico de Elvis.

    Criada com o objetivo de rejuvenescer a obra do Rei do Rock'n Roll e de ter uma banda cover para se apresentar nos eventos beneficentes realizados pelo fã clube, Elvisback oferece formações diferentes especiais para cada tipo de atração. "Você pode contratar a partir de três até 14 músicos experientes para atender todos os formatos de show, fazendo renascer a magia da época do grande astro Elvis Presley", descreve a assessoria do fã clube.

    Elvis não morreu

    Quem nunca ouviu a famosa frase "Elvis não morreu"? Mas nem todos sabem a origem desse pensamento! A frase se popularizou por causa da propaganda feita na televisão brasileira com a finalidade de realizar a divulgação do filme que leva esse nome. Portanto, é uma frase com enorme apelo comercial, mas muitos fãs acreditam que ela significa mais do que isso.

    Muitos de seus fãs acreditam plenamente que Elvis realmente ainda está vivo, ou, pelo menos, não morreu na data considerada oficial. Para outros, a frase representa a imortalidade do astro em seus corações, memória, pensamentos e ideais.

    E o médico patologista mineiro Raul Lamim, formado em 1970 pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), não tem dúvida de que o astro faleceu, pois foi ele quem fez a autópsia do corpo do músico.

    *Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.