• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Biro Black apresenta mistura diferente Com pouco mais de um mês de formação, a Biro Black conquistou os juizforanos com o samba-rock e samba-funk

    Priscila Magalhães
    Repórter
    Madalena Fernandes
    Revisão
    05/01/2009

    No palco estão guitarra, baixo, bateria, violão, cavaco, percussão, teclado e saxofone. No comando dos instrumentos, músicos vestidos com perucas black power e óculos escuros tocam uma música que não é samba, não é funk e não é rock.

    "Fazemos um samba-rock e um samba-funk misturado com pagode e pop", define o integrante Vitor Carvalho. A inspiração veio de Farofa Carioca, Seu Jorge, Clube do Balanço e Jorge Ben Jor. No repertório, além destes, estão Djavan, Monobloco, Jota Quest, O Rappa e os melhores sambas-enredo do Rio de Janeiro.

    "A música é uma descontração muito grande e traz alegria", diz Vitor, comemorando o sucesso em pouco mais de um mês que a Biro Black subiu aos palcos. "Nosso repertório e o groove diferente tiveram grande aceitação pelo público", completa Leandro Carvalho.

    A banda foi criada para uma temporada especial de verão em uma casa noturna da cidade, que procurava um som diferente do que tem em Juiz de Fora e de outras bandas contratadas de fora. A estréia foi em um dia de semana e, após a aprovação do público, as apresentações passaram a ser semanais.

    Para os integrantes, Juiz de Fora é carente de ritmos diferentes. "Fizemos uma coisa simples, que deu resultado. As pessoas não inovam, acabam seguindo a mesma linha daquele tipo de música que optaram por tocar."

    Foto dos
integrantes da banda Foto dos
integrantes da banda

    Mesmo tendo surgido para uma temporada especial, a idéia da banda é continuar os trabalhos. Eles já almejam conquistar outros mercados fora da cidade. "Pensamos que no Rio, onde as pessoas gostam muito de samba e de funk haverá uma boa aceitação", coloca Vitor.

    Entretanto, caminham com passos lentos. A idéia é divulgar o trabalho na cidade e, só depois, procurar outros mercados. "Começamos do zero e ainda não temos uma base forte na cidade. Primeiro queremos isso", diz .Leandro.

    Quem é a Biro Black
    • Haroldo Dias - vocal
    • Vitor Carvalho - cavaco
    • Leandro Carvalho - bateria
    • Júnior - violão
    • Wellington Campos - baixo

    Músicos convidados

    • Like - percussão
    • Samir - percussão
    • Wendel Henriques - sax

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.