• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Cavaquinho juizforano dá o tom em show da PLAPA banda Pedro Luís e A Parede apresenta o show Ponto Enredo em JF. A culpa de o espetáculo ser voltado ao samba é de um cavaquinho produzido na cidade

    Clecius Campos
    Repórter
    27/8/2009

    Se o mais recente trabalho da banda Pedro Luís e A Parede (PLAP) tem uma levada próxima ao samba, a culpa é de um cavaquinho, adquirido pelo líder do grupo, Pedro Luís, e produzido em Juiz de Fora. O som do instrumento, que segundo o cantor e compositor, é feito para o samba, está presente nas 11 faixas do álbum Ponto Enredo, cuja apresentação na cidade será nesta sexta-feira, dia 28 de agosto.

    O Portal ACESSA.com conversou com Pedro Luís pelo telefone, sobre o espetáculo em Juiz de Fora, as oficinas do Monobloco, os famosos que cantam músicas da PLAP e a divulgação na internet. Confira.

    ACESSA.com - Juiz de Fora vai receber o show Ponto Enredo quase um ano após o lançamento do disco de mesmo nome, em 2008. O que o público da cidade pode esperar do espetáculo?

    Pedro Luís - Estivemos em vários pontos do país, rodando com essa turnê durante alguns meses. Vamos levar para Juiz de Fora um show bem afiado, que vai contar com as músicas do Ponto Enredo e de álbuns mais antigos. A ideia é agradar o público seguidor com canções mais conhecidas.

    ACESSA.com - O álbum mais recente tem muita influência do samba. Alguma razão especial para a escolha desse repertório?

    Pedro Luís - A culpa é de um cavaquinho comprado e fabricado em Juiz de Fora. Assim que incorporei o instrumento, as canções começaram a se aparentar mais ao samba. Afinal, o cavaquinho é feito para o samba. Não tinha como ser diferente.

    ACESSA.com - Falando em canções conhecidas, alguns cantores famosos já gravaram músicas da banda. Quais dessas você destacaria?

    Pedro Luís - A primeira cantora nacionalmente reconhecida que gravou uma música minha foi Fernanda Abreu. Ela cantou Tudo Vale a Pena, que foi um grande sucesso da carreira dela. Depois disso, vários outros músicos famosos cantaram minhas canções. O Rappa, Elba Ramalho, Adriana Calcanhoto e Ed Motta são exemplos. A canção Girassol, gravada no Acústico MTV do Cidade Negra também é minha.

    Foto de show da PLAP Foto de show da PLAP

    ACESSA.com - E de onde vem a inspiração para as composições?

    Pedro Luís - A inspiração não é muito detectada. Ela pode vir de um gesto, de um olhar ou de um acontecimento. Um filme que se vê, um sabor que se sente. Os estímulos são diversos. Na maioria das vezes, ela está solta pelo ar.

    ACESSA.com - O mesmo acontece com as influências musicais?

    Pedro Luís - Sim. O som que ouvimos também é diverso. Rock and roll, samba e música clássica. Do contemporâneo ao antigo. Aproveitamos tudo o que é bom.

    ACESSA.com - Além do trabalho com a PLAP, existe ainda o projeto Monobloco. Como é esse trabalho?

    Pedro Luís - O Monobloco comemora dez anos em 2010 e é um dos tradicionais blocos de Carnaval no Rio de Janeiro. Seus batuqueiros são formados nas oficinas do grupo, que ocorrem também há dez anos, de abril a setembro. O sucesso da banda foi tanto que iniciamos o projeto Monobloco Show que hoje tem grande penetração em todo o Brasil e exterior. Apresentando os espetáculos, visitamos diversos países como Inglaterra, Escócia, Irlanda, Dinamarca e Portugal.

    ACESSA.com - A PLAP também já ultrapassou fronteiras?

    Pedro Luís - Sim. Com A Parede, fizemos shows em Portugal, Espanha, França e Japão. Participamos também de um festival em Nova Iorque.

    Foto de show da PLAP Foto de show da PLAP

    ACESSA.com - Vocês ganharam recentemente o Prêmio de Música Brasileira, de melhor grupo. Como é alcançar um reconhecimento como este?

    Pedro Luís - É sempre bom ganhar um prêmio. Ficamos mais felizes ainda de concorrer com duas bandas, das quais somos fãs, que é a Bossacucanova e o Quinteto Violado. Sinal de que estamos indo bem.

    ACESSA.com - Vocês usam a internet para divulgar o trabalho da PLAP?

    Pedro Luís - Claro! A rede é um meio muito vigoroso e rápido e dá um ar mais democrático ao acesso à música. É uma ótima oportunidade para divulgar nossos discos.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.