• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Glória Menezes vem à cidade com espetáculo teatralA atriz, que faz parte do elenco da peça Ensina-me a viver, estará em Juiz de Fora pela primeira vez

    Aline Furtado
    Repórter
    17/9/2009

    "É um espetáculo mágico e fascinante! Uma soma de acertos." É assim que a atriz Glória Menezes resume a peça Ensina-me a viver, em cartaz há dois anos, que será apresentada ao público juizforano nos dias 18 e 19 de setembro, no Cine-Theatro Central.

    A peça narra o encontro entre Harold, interpretado pelo ator Arlindo Lopes, e Maude, personagem de Glória Menezes. Segundo a atriz, trata-se de uma jovem de 79 anos e de um senhor de 19 anos. "Ela é apaixonada pela vida, cheia de alegria; ele, obcecado pela morte. Desse encontro, surge o inesperado, o inusitado. A sintonia entre os dois é perfeita."

    O jovem Harold não conheceu o pai e tem uma relação sem qualquer tipo de afeto com a mãe, figura autoritária e indiferente. Diante desse quadro, o rapaz tenta, a qualquer custo, ter a atenção materna, simulando situações tragicômicas de suicídio. Ao contrário, Maude nutre uma paixão imensa pela vida, aproveitando cada segundo de sua existência como se fosse o último. "Ela é uma anarquista, uma inconsequente, na melhor concepção do termo. Maude dá vida ao Harold."

    Para Glória, existe mais do que apenas uma história de amor entre os personagens. "O caso de amor é o que menos importa, o que conta é o relacionamento humano entre os dois."

    Entre as muitas "joias", como chama a própria atriz, ditas pela personagem, Glória destaca uma: "Entre as coisas belíssimas ditas pela Maude, posso destacar a frase 'O coração de quem não desistiu é sempre jovem'."

    Ao ser questionada sobre o que há de comum entre a personagem e ela, Glória afirma não existir qualquer ligação entre as duas. "Ela tem uma filosofia de vida bem diferente da minha. Eu tenho marido, filho, neto, bisneto. A Maude é completamente solta."

    De acordo com a atriz, o espectador se diverte e se emociona ao longo do espetáculo. "É uma peça comovente. Ela leva o público a pensar que o ato de simplificar a vida é o melhor caminho, além de pregar que o amor é sempre o melhor remédio."

    Glória afirma estar ansiosa para conhecer Juiz de Fora. "Alguns colegas me disseram que a cidade, as pessoas e o teatro são maravilhosos. Confesso estar muito curiosa."

    Ensina-me a Viver tem adaptação e direção de João Falcão. Stella Maria Rodrigues, Antônio Fragoso e Fernanda de Freitas também integram o elenco.

    Cena 1 Cena 2
    Uma carreira de 50 anos

    Glória Menezes completou, em agosto deste ano, 50 anos de carreira. Segundo a atriz, o saldo de todo este tempo é muito positivo. Ela conta que começaria tudo de novo. "Esta é a profissão que eu escolhi. Por meio dela, sou reconhecida, mas acho que cabe também ao público julgar se o retorno é bom."

    A atriz, que sempre conciliou a carreira na TV com os palcos, está há quatro anos em cartaz no teatro. "Foram dois anos com a peça Ricardo III, com direção de Jô Soares. Um mês depois de terminada a temporada, começamos os ensaios de Ensina-me a viver, que conciliei com as gravações da novela A Favorita."

    Para Glória, não existe um momento mais marcante ao longo destes 50 anos de carreira. Segundo ela, todos os momentos são importantes e cada trabalho a ser iniciado é um novo desafio.

    Sobre a volta à televisão, a atriz adianta que isso não deve ocorrer antes de 2010, porque Ensina-me a viver ficará em cartaz até a última semana de novembro, quando a atriz pretende entrar em férias.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.