• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Peça Cócegas é inspirada no cotidiano da mulher moderna Ingrid Guimarães e Heloísa Périssé dão vida à professora de ginástica que fala sem parar, à modelo anoréxica, à evangélica, dentre outras personagens

    Daniele Gruppi
    Editora
    17/3/2011
    Heloísa Perissé e Ingrid Guimarães

    De uma viagem à montagem de um grande espetáculo. Foi, assim, de uma forma despretensiosa, conversando pela estrada afora, que as atrizes globais Ingrid Guimarães e Heloísa Périssé criaram Cócegas, peça que será apresentada em Juiz de Fora, neste sábado, dia 19 de março.

    "Alguns personagens já existiam antes da peça, como a Tati, adolescente minha, e a Leandra Borges, modelo de Ingrid. Fazíamos esses personagens na Escolinha do Professor Raimundo. Tínhamos também textos individuais. Outros criamos. Sempre escrevemos. Nós duas pretendíamos montar um monólogo com nossos textos. Acabou que resolvemos juntar tudo e surgiu Cócegas", explica Heloísa.

    Desde a criação, as humoristas contabilizam números recordes. São dez anos encenando a peça que já foi vista por mais de três milhões de pessoas. Além disso, o espetáculo ganhou vários prêmios, entre eles o Prêmio Shell de Teatro e o Prêmio Qualidade Brasil. O sucesso as atrizes creditam ao texto, que é atemporal, mostrando cenas do cotidiano. "São personagens que estamos acostumados a ver por aí e a peça atinge um público de todas as idades", afirma Ingrid.

    Ao todo, são nove esquetes que contam com a professora de ginástica que fala sem parar, a modelo anoréxica, as duas mulheres "cachorras", a evangélica, a adolescente que passa os dias reclamando da mãe e fofocando com as amigas, a mulher "encalhada" e as atrizes figurantes de programas infantis.

    Ingrid e Heloísa apresentam suas personagens individualmente. Somente dois quadros contam com a interação entre as atrizes. A fim de que o público se identifique ainda mais com as personagens, as atrizes lançam mão de algumas estratégias. "Às vezes colocamos algum sotaque ou citamos lugares conhecidos na cidade em que estamos", diz Ingrid. Com relação ao que os juiz-foranos podem esperar da peça, ela garante: "muitas risadas e ótimos momentos".

    Cócegas no cinema

    Diante de tanto sucesso nos palcos, Ingrid e Heloísa planejam levar Cócegas para as telonas. As atrizes escrevem, ao lado do cineasta Sérgio Machado, o roteiro do longa-metragem homônimo. A produção será de Caio e Fabiano Gullane. "Esse projeto do filme está andando com força total. Já estamos em processo de pré-produção e provavelmente rodaremos em 2012."

    Para conciliar palco, televisão, cinema e família, as duas desdobram-se. "Quando estamos fazendo TV, viajamos menos com a peça, fazemos um final de semana sim, outro não. Assim também podemos dar atenção à família. Mas costumamos levar as crianças nas viagens, elas adoram e nós ficamos mais tranquilas. Cinema é mais complicado, tem que parar tudo e se dedicar a isto por uns meses, já que o ritmo é intenso."

    Foto de Ingrid GuimarãesIngrid Guimarães

    Ingrid Guimarães nasceu em Goiânia, onde morou até 1985. Logo mudou-se para o Rio de Janeiro, onde começou a estudar teatro. Atriz e escritora, fez sucesso ao apresentar a peça Confissões de Adolescente de 1992 à 1996. Em 1997, recebeu o Prêmio Cantão de Teatro Jovem na categoria melhor atriz. A partir daí, fez várias peças. Na televisão, iniciou ao lado de Chico Anysio. Fez participações em novelas, humorísticos e especiais, até protagonizar Sob Nova Direção. No cinema, o destaque é o filme De Pernas pro Ar.


    Foto de Heloísa PérisséHeloísa Périssé

    Heloísa Périssé nasceu no Rio de Janeiro em 1966, tendo vivido parte da sua adolescência na Bahia. Desde criança sempre teve um lado muito forte para representar, principalmente o humorístico. Já escreveu os roteiros e peças teatrais, além de ter participado de vários espetáculos como atriz. Na televisão, iniciou sua carreira em Chico Total. Fez outros programas humorísticos, tendo se destacado com a tremenda e irada Tati, da Escolinha do Professor Raimundo. Registra ainda passagens em séries e em novelas.


    Serviço

    Cócegas
    Data: 19 de março (sábado), às 21h30
    Local: Cine Theatro Central
    Ingressos: R$ 40 (Galeria), R$ 50 (Balcão Nobre) e R$ 60 (Plateias A e B) (sujeito a alteração).
    Classificação: 12 anos

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.