• Assinantes
  • Autenticação
  • Zona Pink

    II Parada Gay de Juiz de Fora
    Saída do Miss Gay de Juiz de Fora não abalou sucesso do evento

    * Colaboração: Renata Silva
    Edição: Ludmila Gusman
    21/08/2004

    Clique nos ícones para ver as fotos e o vídeo da II Parada Gay de Juiz de Fora



    Um verdadeiro carnaval com as cores do arco-íris! Assim foi a II Parada da Cidadania e do Orgulho GLBT de Juiz de Fora, que arrastou uma legião de homossexuais, gays, lésbicas, simpatizantes e curiosos para o maior evento gay da região.

    A ferveção rolou solta com muita alegria, música, descontração e gente de todas as tribos. A população juizforana, presente no local, vestiu a camisa do Movimento Gay de Minas, apoiando o evento. Participaram ainda o Movimento da Cultura Negra, Movimento de Mulheres, idosos e jovens, numa corrente positiva pela diversidade.

    Segundo o tenente da Polícia Militar de Minas Gerais, Yamaguchi, o evento contou com cerca de 18 mil pessoas, que acompanharam os trios da festa. Para proteger o público, a polícia montou um esquema preventivo, auxiliado pelas câmeras de monitoramento, já que a edição anterior da Parada não teve nenhuma ocorrência grave.

    Levantou poeira
    A folia teve espaço garantido com os quatro trios que passaram pela Avenida Rio Branco em direção à Praça Antônio Carlos. O carro abre-alas foi enfeitado com as cores do arco-íris, dando representatividade ao MGM. O diretor do movimento, Marcos Trajano, estava surpreso com a receptividade do público e acredita que a Parada teve um saldo positivo: "Superou todas as expectativas, não só a Rio Branco, mas todos os eventos da Rainbow Fest estavam lotados", diz.

    O Trem da 3ª Idade veio logo em seguida, dando uma lição de cidadania. A integrante da AMAC, Maria Odete Teodoro, 69, mostrou-se encantada com a festa e disse que dá todo apoio aos movimentos de minoria. Já a dona de casa, Maria da Conceição, 65, lamenta a transferência do Miss Brasil Gay para o Rio, no entanto, acredita que a festa manteve sua beleza.

    O gás da juventude veio estampado no Trio Teen, com a presença de adolescentes integrantes do MGM. O entusiasmo da moçada estava voltado para a curtição e a paquera: "O agito é muito bom, tem muita pegação", diz o estudante, Thiago, de 16 anos.

    Com uma legião eclética, o Trio Love Me, abocanhou uma série de seguidores que puderam conferir o som do dj paulista, Johnny Luxo e a simpatia de Luca Bordonne, rainha do carro. "Estamos mostrando que a Semana do Orgulho Gay de Juiz de Fora não acabou", disse o produtor Octávio Fagundes. "

    Ao som do DJ Sanderson, o Trio da Val animou a galera, com a presença de Vinícius Martins e Fernando Toledo, organizadores da tradicional festa da Val. O performance, Mathias Alegria deu um show de talento, com o melhor da música techno.

    Quem passou por lá
    Diversidade. Essa é a palavra que melhor traduz a II Parada Gay de Juiz de Fora. Por lá passaram estudantes, famílias e até mesmo crianças. As drags caricatas e super-divertidas marcaram presença. Veja quem conferiu a festa:

    Tudo de bom
    Tanto os participantes quanto os organizadores da folia fizeram um saldo positivo do evento. "Apostamos no público fiel e deu certo", diz Osvaldo Braga. "A cidade, mais uma vez, deu exemplo de respeito, cidadania, tolerância e diversidade", disse Marcos Trajano.

    Leia Mais:

  • Quem veio de fora não se arrependeu!
  • Festa purpurinada - Drags e travestis deram um show de fantasias
  • Cobertura fotográfica completa
  • Leia sobre os preparativos da Parada Gay

    *Renata Silva é estudante do 7º período de Comunicação Social da UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.