• Assinantes
  • Autenticação
  • Zona Pink
    Sexta-feira, 17 de agosto de 2018, atualizada às 13h

    Miss Brasil Gay 2017, Guiga Barbieri fala de seu reinado e expectativas para o concurso

    Angeliza Lopes
    e Jorge Júnior

    Neste sábado, o Terrazzo, em Juiz de Fora, sedia a 38ª edição do Miss Brasil Gay Oficial, com 27 transformistas concorrendo ao título nacional.

    Na noite, Guiga Barbieri, Miss Brasil Gay eleita em 2017, vai entregar o título para a nova representante. Em entrevista ao Portal ACESSA.com, ela fala que seu reinado foi intenso, o que lhe demandou saber dividir o lado profissional e familiar, da sua arte do transformismo. "Graças a Deus tenho uma equipe muito boa, colegas de trabalho e familiares que me deram todo o apoio, além da equipe de transformação. Todos essenciais para ter esse resultado satisfatório. Fiz um reinado lindo, mas do meu jeito, sem ficar na sombra de ninguém".

    Além disso, Guiga destaca as mudanças positivas que o título propiciou para sua vida. "A maior mudança foi dentro de mim mesma, aprendi muita coisa de Miss, por exemplo, como ter mais auto confiança, discernimento, fazer contato com mais pessoas e perder a timidez (rs)".

    Ao falar sobre a grande noite de passagem da faixa e coroa para futura Miss, Guiga brinca que pensa em não passar, mas dividi-la. "A expectativa é de dar continuidade ao legado e força de militância do grupo LGBT. Este evento é organizado por pessoas de altíssimo gabarito, por isso tenho certeza de que será uma festa linda e acredito que os jurados vão escolher uma sucessora muito bacana para continuar esta história. Esperamos todos para prestigiar o concurso que traz tanto movimento cultural e econômico para Juiz de Fora".

    Segundo o organizador e produtor do evento, André Pavan, o público pode esperar um concurso de alto nível e também um espetáculo repleto de surpresas, com as performances de Átila Coutinho, Ikaro Kadoshi, Penelopy Jean, Silvetty Montilla, Alexia Twister, Suzy Brasil, Mitta Lux e Wandera Jones. "Pela primeira vez no Brasil, Suzy Brasil e Silvetty Montilla vão dividir o mesmo palco".

    Sobre o Miss Brasil Gay, André comenta que "após uma história de 40 anos, é difícil apresentar coisas novas, mas é um dever da produção inovar. O sucesso estrondoso do ano passado chancelou para que pudéssemos dar continuidade ao concurso. O Miss Brasil Gay tem uma espinha dorsal que tem que ser mantida, mas para rejuvenescer o evento e trazer um público novo, teremos duas festas juntos com com o Miss".

    Sobre o Miss Brasil Gay Oficial

    Em 1976, na cidade de Juiz de Fora, o cabeleireiro Francisco Mota criou o Miss Brasil Gay. Trata-se de uma competição entre 27 candidatos (26 estados brasileiros e o Distrito Federal) onde é eleito o mais belo transformista do país. A principal regra é: os concorrentes devem ser do sexo masculino, não podem ser travesti ou transexual, sendo proibidas as intervenções cirúrgicas estéticas que envolvam próteses. O evento é conhecido internacionalmente, fato que lhe rendeu o registro como patrimônio imaterial do município em 2007.

    Ingressos

    Ainda estão disponíveis ingressos para pista e mesas. O ingresso dá acesso à premiação e na modalidade combo é possível garantir acesso às festas Stomp e Funhouse, que irão acontecer no Terrazzo. Os preços variam de R$ 30 à R$ 690 A compra de ingressos também pode ser realizada pelo site.

    Pontos de vendas

    Avenida Brasil, 6345 - Shopping Jardim Norte

    Avenida Itamar Franco, 3600- Independência Shopping

    Rua Morais e Castro, 218

    Rua Halfeld, 608 - loja-105

    Avenida Rio Branco, 2721 - 1203

    Rua Floriano Peixoto, 723

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.