• Assinantes
  • Animais

    Conheça as principais doenças em gatos e como preveni-las

    Nome do Colunista Daniele Milione 30/11/2017

    Neste artigo vou falar sobre nossos tão amados felinos!

    Sabemos que ao adotar ou comprar um gato, assim como os cães, devemos levá-los a uma consulta com um médico veterinário para que sejam devidamente examinados e, com isso, orientados quanto a melhor forma de alimentá-los, tratá-los e recebê-los em seu novo lar.

    Entendemos que, ao vacinarmos nossos cães, eles estarão protegidos das piores doenças que podem afetá-los. Mas os gatos, infelizmente, não ficam protegidos só com as vacinas disponíveis hoje no mercado. Vou explicar melhor. Existem doenças virais que não possuem vacina para sua prevenção e, tão pouco, a cura.

    Os felinos podem adquirir doenças ao saírem de sua residência e, facilmente se infectar apenas pela lambedura ou contato sexual com outros animais. São elas: FIV - Vírus da imunodeficiência felina, transmitida pelo contato da saliva ou sexual; FELV - vírus da leucemia felina, que é transmitido por diferentes situações como no momento do parto, amamentação e pelas secreções como saliva, lágrimas, fezes e urina. Para leucemia felina ainda temos a vacina disponível que se chama quíntupla e está disponível apenas em consultórios, clinicas veterinárias e hospitais veterinários. Por último, existe a PIF - peritonite infecciosa felina, também viral, que é transmitida no momento do parto, durante a gestação ou amamentação, pois o vírus é passado pela mãe.

    Portanto, caros leitores, para mantermos nossos felinos livres destas doenças, o ideal seria evitar que eles saíssem de casa para impedir o contato com outros gatos de rua possivelmente contaminados. E para que isso se torne mais tranquilo, uma vez que eles gostam de sair para vizinhança e namorar, o ideal é castrá-los. As fêmeas devem ser castradas antes de entrarem no cio e os machos antes da puberdade. A indicação é que a cirurgia seja feita entre os quatro e cinco meses de idade.

    Outra orientação importante, para quem deseja quiser adquirir mais um felino, é sempre realizar testes nele para estas doenças, antes de colocá-lo em contato com os animais que já residem na sua casa ou, mesmo se for seu primeiro animal. Com isso, você poderá oferecer o tratamento mais adequado, agindo rapidamente, antes dos primeiros sintomas aparecerem. Mas, infelizmente, o número de felinos infectados com essas doenças tem aumentado cada dia mais, por falta de uma política de saúde pública adequada.

    Espero tê-los ajudado!

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.