Esporte

Liga de Futebol faz história

11/08/99


A Liga de Futebol de Juiz de Fora, LFJF, foi fundada há 81 anos pelos times do Tupi, Tupinambás e Sport. Nesta história de quase um século, estão presentes nomes conhecidos no esporte. Mas a Liga passou por muitas fases e agora tenta se reerguer com o Torneio Regional. Além deste campeonato, ela mantém competições durante todo o ano.



Dentre os nomes que ficaram conhecidos no futebol da Liga, podemos destacar alguns como: Jorge Luiz Andrade Silva (foto ao lado), o Andrade, que jogou no E.C. Vila Branca no início de 73 e depois foi para o Flamengo onde chegou a ser campeão nacional. No Flamengo, ele jogou com Zico e Júnior, por exemplo. Hoje, é treinador do time Rio de Janeiro Futebol Clube.

Outro nome seria o de João Carlos Pires, que começou a jogar no final da década de 50. João Pires atuou no Tupi e no Sport e, depois, chegou a ir para o São Paulo. Ele ganhou o Troféu Belfort Duarte, de ouro, por nunca ter sido advertido em campo. Hoje, é empresário em Juiz de Fora. Ainda poderíamos citar Moacir Toledo, Júlio Gasparette, Aluísio Tavares, Osvaldo Guariba e muitos outros.

Segundo o atual presidente da LFJF, Ricardo Wagner, o Torneio Regional esteve parado por dificuldades financeiras e, no ano passado, voltou a ser realizado. "Este ano o torneio vai crescer ainda mais, pois existe o interesse em participar de toda Zona da Mata e Vertentes e da Serra da Mantigueira".

A Liga promove competições que movimentam cerca de 5000 atletas anualmente. As categorias vão desde o Dente de Leite, em que os atletas começam a jogar a partir dos sete anos, até os Veteranos de mais de 40 anos de idade. Entre estas competições se destacam o Campeonato Oficial (com todas as categorias), o Torneio Regional (com a participação de cerca de 40 cidades da região), o Torneio de Aniversário da Liga (que acontece nos meses de fevereiro) e a Copa Solar de Futebol.

Mas o trabalho da Liga vai além do próprio futebol. Ela realiza campanhas educativas como: Esporte é vida, violência não, que é feita em todas as competições, em parceria com a Legião da Boa Vontade e Diga não às drogas, viver é melhor também realizada durante os jogos.

Uma das novidades da Liga é o time feminino Cerâmica Futebol Clube, atual vice-campeão de Minas Gerais. Para Ricardo, a equipe está desmistificando o futebol das mulheres. Segundo ele, algumas jogadoras casadas chegam a levar toda a família para assistir aos jogos. Neste ano, acontecerá o 5º Campeonato da modalidade.

Colaboração: Luciana Lima
Estudante do 6º período de Jornalismo
da Facom, UFJF

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.