• Assinantes
  • Seus Direitos



    Cuidados ao fazer ecoturismo


    O turismo nos feriados e fins-de-semana não se resume mais a hotéis e praias. Cada vez mais gente procura programas de aventura, como escaladas, trilhas por matas fechadas, visitas a cavernas e descidas de corredeiras em barcos de borracha para fazer nas horas vagas. Se no turismo normal é bom ficar atento, neste tipo de viagem é preciso atenção redobrada, já que o passeio tem um certo grau de risco.

    Recomendamos uma série de cuidados para evitar decepções e riscos maiores à saúde. É sempre bom lembrar que, por este tipo de passeio estar na moda, muitas empresas sem estrutura estão se aproveitando para vender estes pacotes turísticos.

    Antes de tudo, tenha certeza que você é capaz de executar os esforços físicos exigidos nestes passeios. Nem todo mundo é capaz de escalar montanhas, nadar em corredeiras ou caminhar por 12 quilômetros dentro de uma mata quente e úmida. O passeio pode ser tornar um inferno e até fazer mal para a saúde.

    Já existem várias agências especializadas neste tipo de turismo. Prefira uma delas na hora de comprar um destes pacotes. Tome cuidado para não pagar por um passeio que está sendo organizado por amadores, que mal conhecem os caminhos e não têm estrutura. É o primeiro passo para evitar acidentes.

    Não se esqueça de perguntar se o passeio conta com um guia especializado, que conhece a região. Informe-se sobre o grau de dificuldade dos passeios. É preciso saber se eles exigem condicionamento físico prévio, treinamento ou cursos específicos.

    Informe-se também sobre a região onde você vai fazer o passeio. É importante não só saber se é um região chuvosa ou muito fria, mas também se há infra-estrutura de atendimento em caso de acidente. Um detalhe importante nestes passeios é saber como é o sistema de alimentação e acomodação.

    Pergunte também sobre que roupa é mais apropriada para o passeio e quais produtos é preciso levar. Alguns passeios exigem equipamentos especiais, mas isso deve ser avisado quando você adquire o pacote turístico.

    Antes de pagar por um destes passeios, você também precisa tomar cuidado com coisas básicas, como checar se o contrato especifica corretamente tudo o que foi prometido: as datas de saída e chegada, o modo de pagamento, o valor exato do pagamento e quem pagará as despesas médicas em caso de acidente.

    Se alguma coisa sair errado e o passeio prometido não for cumprido, reclame. Você tem direito a fazer o passeio em outra ocasião, sem ter de pagar por isso, ou receber seu dinheiro de volta.

    Seja prevenido: fotografe todos os lugares por onde passar, principalmente se alguma coisa não sair como foi prometido. As fotos podem funcionar como prova. Troque telefones com outras pessoas que estão no passeio para fazer uma reclamação em grupo.

    Fonte: portal Em Defesa do Consumidor

    Reclamações: procure o Procon de Juiz de Fora
    Horário de funcionamento: De segunda a sexta de 9h às 17h

    Procon (Centro)
    Procon (Zona Norte)
    Avenida Getúlio Vargas, 200
    Centro - Juiz de Fora - MG
    CEP 36010-110
    Telefones: 3690-7005 ou
    3690-7006
    Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 5351
    Nova Era - Juiz de Fora - MG
    CEP 36.087.000
    Telefone: 3690-7924


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.