Educação
Segunda-feira, 23 de dezembro de 2013, atualizada às 14h35

Classificação dos inscritos para designação na rede estadual sai em janeiro

Classificação dos inscritos para designação sai em janeiro

A lista de classificação dos inscritos no cadastro de candidatos à designação na rede estadual de ensino será divulgada no dia 15 de janeiro de 2014, no site. O cadastro recebeu 838.029 inscrições de candidatos interessados a pleitear vagas de designação para a função pública de Professor de Educação Básica, Analista Educacional – Inspetor Escolar, Analista de Educação Básica, entre outras.
Os candidatos serão classificados de acordo com os critérios estabelecidos na Resolução nº 2.441. Os critérios de desempate na classificação do cadastro variam de acordo com cada função, mas priorizam a escolaridade e o tempo de serviço como designado em escola da rede estadual. Em 2014, ao selecionar os candidatos à designação, as escolas estaduais vão recorrer aos dados do cadastro.

Designação

A designação é a forma de preenchimento de cargo a título precário para assegurar o funcionamento das escolas estaduais conforme prevê o artigo 10 da Lei 10254/1990. Quando uma professora efetiva tira uma licença maternidade em uma escola estadual, por exemplo, ela é substituída por um professor designado durante o período da licença. A inscrição no cadastro é essencial, pois garante prioridade aos candidatos que concorrerão às vagas de designação em 2014. O concursado que ainda não foi nomeado terá prioridade se quiser concorrer a uma vaga de designação e em seguida a prioridade é do candidato inscrito no cadastro.

Curso de saúde vocal

Os candidatos que irão pleitear vagas de designação no próximo ano devem se preparar para apresentar, no ato da designação, os documentos solicitados no artigo 56 da Resolução SEE nº 2442/2013. Entre esses documentos está o certificado de participação na primeira tapa do curso Saúde Vocal, que é oferecido online no Portal do Servidor.

No portal, o candidato deverá assistir ao vídeo de aproximadamente uma hora, cadastrar-se e responder a uma avaliação sobre o conteúdo do programa que viu. Quando finalizá-la, o certificado estará disponível para impressão.

Caso haja impossibilidade de imprimir o documento, o candidato pode acessar a lista com relação de nomes de todos que já viram o vídeo e responderam a avaliação. A impressão da página em que consta o nome e CPF do candidato será aceita no lugar do certificado no ato de designação. Tanto o certificado quanto a lista podem ser apresentados sem qualquer assinatura ou carimbo de órgão responsável. Segundo a Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), caso haja algum erro de digitação no nome do candidato, a lista pode ser usada e o CPF será usado para a sua identificação.

Os candidatos à designação que já tenham feito a capacitação em saúde vocal em anos anteriores, em qualquer modalidade (palestra presencial, videoconferência ou pelo DVD de Saúde Vocal) não precisam repetir esse curso.

Com informações da Agência Minas

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Janete Santos Cabral: Gostei muito,está tudo muito explicado.