Esporte

Faz bem ao coração, o corpo fica, igual um violão.... Musculação não é só sinônimo de um corpo bonito! Conheça
os benefícios desse esporte que faz bem para o corpo e para a mente...

Fernanda Leonel
Repórter
27 /07/2006
Clique no ícone ao lado para assitir ao vídeo com o professor de Educação Física Marcelo Brigatto, que fala sobre as diferenças de resultado para musculação entre mulheres e homens. Veja!

Veja!

Ir para academia não quer dizer só que o corpo vai ficar sarado e que aquela roupinha vai cair mellhor. A musculação é um esporte muito recomendado para a manutenção da saúde do nosso organismo e pode trazer ganhos na nossa qualidade de vida.

Trabalhar com pesos, desenvolver séries. Todas as atividades de uma musculação bem orientada e planejada a partir de "características" do seu corpo e organismo, constituem a principal maneira de manter a saúde da musculatura do corpo.

E por que isso é importante? Como explica Marcelo Brigatto (foto abaixo), professor de Educação Física, instrutor e personal trainer, começamos a envelhecer a partir do momento em que nascemos. Com o tempo nosso corpo tende a perder força muscular, perder musculatura, naturalmente.

Isso é um processo natural, que pode ser agravado se a pessoa leva uma vida sedentária (ela ganha gordura e perde músculos) ou se faz dietas e emagrece sem se preocupar com os músculos (vai ficando flácida). Esse processo natural, agravado por fatores cotidianos, faz a musculatura diminuir e deixar o corpo mais "a mercê" de lesões. Musculatura é sinônimo de força e de proteção para articulações, ossos e muitas outras partes do corpo.

Mas na lista de benefícios ainda podem ser encaixados outros fatores. Como destaca Marcelo, a pessoa que pratica musculação ganha melhorias na postura e no condicionamento geral do organismo. Nessas vantagens estão incluídas mais fôlego e mais força. Malhar também melhora a circulação, o que, aliado a uma dieta balanceada, pode ajudar no desejado adeus à celulite.

Musculação pode fazer bem também para o coração. Até pouco tempo, apenas as atividades aeróbias eram recomendadas para a saúde cardíaca, mas isto vem mudando. A atividade "treina" o órgão para esforços intensos, enquanto os exercícios aeróbios preparam o coração para atividades suaves e prolongadas. Quando a pessoa fortalece os músculos, a freqüência cardíaca e a pressão arterial sobem menos com o esforço.

A questão da auto-estima também está na fita. Praticando musculação regularmente, há uma enorme melhoria na parte estética, já que, trabalhando os músculos, o corpo se modela e fica firme e bonito.

Quem pode praticar?

A receita abrange quase todo mundo: a musculação pode ser praticada em todas as idades a partir da adolescência. "Cada idade vai fazer exercícios que sejam compatíveis com sua idade e biotipo, isso é que é importante", destacou Marcelo Brigatto, lembrando que evitar a prática da musculação na terceira idade é um mito.

O professor explica que está cientificamente comprovado que o trabalho com pesos aumenta a resistência do osso e que isso pode ajudar muito na prevenção da osteoporose, principal "dor de cabeça" de pessoas com idade avançada na atualidade.

Na outra ponta, estão os adolescentes que também, como destaca Marcelo estão cercados de mitos. "A partir de 12 ou 13 anos, o adolescente já pode praticar a musculação. É claro que tudo depende do biotipo da pessoa e que jovens mais franzinos devem ter mais cuidado durante a prática", explica o instrutor. Pelo mesmo motivo, há casos de crianças com 10 ou 11 anos que possuem o corpo bem desenvolvido e que por isso, também podem freqüentar as academias.

O professor comenta que o maior "medo" das mães é que a prática da atividade atrapalhe de alguma forma o crescimento do filho. Para quem ainda tem suas dúvidas no que diz respeito à esse assunto, Marcelo manda um recado. "Não há problema nenhum, não há porque se preocupar, desde que seja seguida à risca a prescrição do professor para cada caso".

Homens e Mulheres

Homens e mulheres "recebem" os resultados da musculação de forma diferente. Os homens têm mais tendência a ganhar massa muscular que as mulheres, na grande maioria das vezes.

Isso acontece por razões hormonais, como explica Marcelo. Homens possuem concentrações de hormônios mais altas que as mulheres e isso faz com que o ganho muscular seja proporcional à essa maior concentração.

Existem casos específicos, claro. Muitas mulheres possuem taxas superiores que a média de alguns hormônios e isso faz com que elas tenham facilidade em ganhar músculos, mesmo com uma pequena exposição ao exercício. Fatores hereditários também determinam essa facilidade.

Mulheres também tem mais gordura entre as fibras musculares que os homens, o que faz com que elas tenham mais tendência a engordar. Essa maior quantidade de gordura também dificulta um pouco o ganho de massa muscular.

Exercícios orientados

A musculação é um esporte popular, mas é preciso ficar atento na hora de escolher a sua academia. A dica é procurar sempre um local que tenha profissionais formados, que estejam disponíveis durante todo o dia e, claro, obedecer sempre suas recomendações.

Exercícios físicos musculares feitos de maneira incorreta podem causar danos e lesões muito graves, o que é perigoso. Para fazer musculação, assim como todo exercício físico, é bom fazer exames médicos para entender a quantas anda sua resistência, sua taxa de gordura e sua saúde.

Fazer trabalhos de peso em casa, só para quem já tem uma certa experiência no assunto. Como destaca Marcelo, programas de televisão que ensinam exercícios com "pesos" alternativos, como sacos de açúcar ou arroz, são válidos, mas funcionam para quem já tem uma certa noção do assunto. "Caso contrário, corre-se o risco de se passar por uma lesão".

Outros cuidados também devem ser tomados por quem pretende fazer musculação: é preciso fazer um diagnóstico de algum problema postural crônico, para entender as reais possibilidades de esforço daquela pessoa. Hipertensos não controlados e pessoas com problemas nas articulações também devem evitar o exercício.

O que não pode faltar na hora da musculação!

  • Água - Beber água durante a prática do exercício é fundamental. A água ajuda facilita a contração muscular.

  • Roupas - Prefira as roupas leves, que favoreçam a sudorese e a perda de calor. Nada de ficar pensando que suor demais é sinônimo de perda de gordura. Evite roupas grossas e plástico, nem pensar!

  • Alimentação - Tenha uma alimentação saudável. Coma de três em três horas para manter estável a taxa de glicose. Para quem pretende ganhar massa muscular, a dica do professor Marcelo é ter uma dieta rica em proteínas e carboidratos e pobre em gorduras.



  • Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

    Gislane Pereira: quero pra mim