• Assinantes
  • Tecnologia

    Terceira idade ganha espaço público
    para acesso à internet

    Emilene Campos
    27/09/01

    "O primeiro e-mail que eu enviei foi para Ana Maria Braga", diz orgulhosa Clymene Resende Pereira, 75 anos, que frequenta as atividades do Pró-Idoso há dez e está encantada com os recursos da internet. Ela é uma das usuárias do programa Internet Sênior, criado através de uma parceria entre o Governo do Estado, a Prodemge e a Prefeitura de Juiz de Fora.

    Dentro dessa proposta foi instalado no Centro de Convivência do Idoso um laboratório com cinco computadores, conectados à internet, durante todo o dia. Além da infra-estrutura física, foram contratadas monitoras para ensinar aos idosos as coordenadas básicas de navegação pela rede. Duas monitoras dividem o trabalho em cada turno.

    A coordenadora da Prodemge em Juiz de Fora, Maria Catarina Turolla Vieira, explica que o objetivo do projeto é oferecer acesso à internet para pessoas da terceira idade e ensiná-las a usar este meio. "A idéia é apresentar as ferramentas para que eles possam usar serviços como transações em bancos, recadastramento de CPF, entre outros serviços que podem ser feitos com facilidade via internet", completa. Em Belo Horizonte, já existe um espaço semelhante que conta com oito micros. Depois da capital, Juiz de Fora é a primeira cidade no estado a oferecer esse tipo de serviço. A próxima a estabelecer a parceria é Uberlândia.

    A inauguração foi realizada dia 27 de setembro, em comemoração ao Dia do Idoso. Mas durante a fase de testes, iniciada em 4 de setembro, 72 pessoas com idade entre 60 e 89 anos se cadastraram. Durante este período, a média de usuários era de 20 por dia, mas a tendência é que esse número aumente, com a inauguração.

    À vontade para aprender
    "Quando eles se sentam em frente ao computador têm vontade de aprender tudo e ficamos impressionadas com a persistência deles", conta a monitora Roberta Polardi. A maioria sequer mexeu num computador, quanto mais acessou internet, mas se empenha em aprender e usufruir, ao máximo, da novidade. Outros até têm micro em casa, mas não são estimulados pelos parentes a utilizá-lo. Lá eles se sentem à vontade para aprender.

    Como é o treinamento
    Antes de começar a navegação, o idoso passa por um treinamento que inclui apresentação da parte física do computador e do site da Prodemge (órgão do Governo do Estado que doou os computadores e provê o acesso a internet, através de uma linha dedicada).

    Depois, os idosos conhecem os elementos usados na navegação, como o browser, link, barra de rolagem. E também aprendem a identificar um endereço de site, de e-mail, além de diferenciar categoria de domínio (com, gov, ind, art, entre outros). Tudo explicado em linguagem simples, em que são utilizadas analogias e metáforas.

    40 minutos de diversão
    Finalizada esta etapa, eles partem para os sites de busca e começam a visitar os endereços de seu interesse. Cada usuário pode ficar até 40 minutos em cada computador e usá-lo tanto para treinamento quanto para navegação. Período que é controlado por um despertador afixado em cima do CPU do computador. "Quando termina o horário, o despertador toca e eles já entendem que têm que dar a vez para outra pessoa", explica a monitora Roberta Lopardi. O critério é a ordem de chegada.

    Eles podem navegar com liberdade, a única restrição explícita é quanto às salas de bate-papo. As monitoras explicam que trata-se de uma questão de segurança, para que os idosos não teclem com desconhecidos e, na ansiedade de fazer novos amigos, acabem fornecendo seu telefone, endereço em salas de bate-papo.

    Quem pode usar
    O Superintendente da Amac, José Sóter de Figueirôa, que representa a PJF nesta parceria, explica que o uso desse espaço está restrito aos idosos inscritos no cadastro do Pró-Idoso. Quem quiser usufruir deste serviço e de outros como aula de ginástica, yoga, artesanato pode comparecer ao Centro de Convivência no início do ano para se cadastrar. Todas as atividades são gratuitas. O Centro de Convivência fica na Rua Espírito Santo, 434.

    Funcionamento
    O programa Internet Sênior segue o horário de funcionamento do Centro de Convivência (Rua Espírito Santo, 434), ou seja, de segunda a sexta, de 8h às 17h.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.