Mulher

Vestida para trabalhar Faça da moda uma aliada do seu marketing pessoal

Ana Letícia Sales
23/08/2002

Quando a profissão não exige uniforme, a hora de decidir o que usar para ir ao trabalho pode ser um tormento. Várias questões vêm a cabeça: será que essa cor é muito chamativa, esse decote é muito grande, a calça ou a saia são muito justas, devo repetir esse casaco? A forma como você se veste, a maquiagem e os acessórios que usa fazem parte do seu marketing pessoal. Mesmo quem não trabalha em grandes empresas precisa tomar muito cuidado com o que vai vestir.

O ambiente faz a moda

Cada emprego ou ocasião pede um tipo de roupa. Para não se sentir deslocada no seu ambiente de trabalho, seja ele formal ou informal, confira as dicas abaixo.

Para empregos formais

As mulheres de profissões mais formais devem optar pela discrição. Seu visual precisa ser clean, sem extravagâncias. Blazers, saias (sempre na altura dos joelhos ou um pouco abaixo), calças clássicas, terninhos, vestidos tubo, cardigãs, coletes, tailleur e camisas de seda são as roupas mais adequadas. Essas peças devem ser usadas em tons clássicos. Malhas, casacos ou lenços amenizam a variação de temperatura em ambientes com ar condicionado. Evite decotes provocantes, roupas justas, ou seja, nada que chame a atenção para seu corpo. A palavra sexy e trabalho não combinam.

Uma opção ao tailleur tradicional é este modelo mais curto tipo jaquetinha
Para mudar a cara do tailleur preto coloque um cinto fininho ou médio
No verão, abuse das cores claras e dos paletós sem forro

Para não ser pega desprevinida sempre consulte sua agenda de compromissos e vista a roupa adequada para as atividades daquele dia. Reuniões ou almoços com novos clientes e chefes, happy hour para comemorar o aniversário de um colega, viagens, tudo tem uma roupa específica. Saia de casa prevendo estes acontecimentos. Mas lembre-se de que imprevistos acontecem. Reuniões são desmarcadas e viagens de emergência são informadas de última hora. É preciso estar preparada para estas situações e se adequar a elas da melhor forma possível.

Preste atenção também no tipo de tecido. Evite aqueles que amassam com facilidade, como o linho. Prefira as roupas de microfibra que, além de não amassarem, evitam transpiração excessiva e estão preparadas para agüentar um longo batente.

Para trabalhos informais

Se você trabalha em um ambiente informal, onde jeans e malhas são permitidos, há mais liberdade de escolha. Mesmo assim é preciso tomar alguns cuidados para não cair na vulgaridade ou no desleixo e acabar se tornando o centro das atenções na empresa (por um ângulo negativo). Como para as executivas, os empregos informais também não permitem nada curto, justo ou decotado demais. Alguns cuidados com cores e estampas também são necessárias, para não ser taxada de "brega".

O jeans pode ser seu melhor amigo, mas não deixe as calças de tecido ou mesmo as mais coloridas de lado. Aproveite quando tiver uma reunião com o chefe, ou mesmo algo mais formal na empresa para produzir o look executiva. Mas cuidado para não ficar exatamente como uma e acabar se sentindo um peixe fora d'água.

Use as camisas de tecido como coringas. Você pode comprá-las das mais variadas cores e texturas, sem parecer que está repetindo a roupa. Se você precida passar muitas horas sentada, opte pela malha que não vai prender sua circulação e nem incomodar. Mas esqueça o moleton, ele deve se restringir às academias de ginástica ou ao lar. Existem calças em malhas elaboradas como as de microfibra.

Casacos e jaquetas estão em alta. E como geralmente a temperatura varia muito, tenha um sempre à mão. Vestidos e tubinhos, principalmente de malha, também são uma boa pedida e nunca saem de moda.

Acessórios e maquiagem

Os acessórios como jóias, sapatos, bolsas e até cabelos, maquiagem e unhas são importantes em qualquer ambiente, afinal estão em evidência. Para ambientes formais, bijuterias e jóias devem ser discretas. São aliados para dar charme a uma roupa. Pulseiras barulhentas, brincos grandes demais, vários anéis nos dedos, tudo polui muito o visual. Sapatos e bolsas precisam combinar com o estilo de roupa escolhido. Uma bolsa em tom neutro evita a troca diária. Meias de nylon rasgam com facilidade, então tenha sempre algumas de reserva na bolsa e na gaveta.

Os cabelos devem estar bem cortados em, de preferência com comprimento médio ou, se longos, presos para evitar deixar fios nos relatórios e documentos. Se forem tingidos a pintura deve estar em dia, para não aparecer as raízes com cor diferente. A maquiagem também é outra aliada. Quanto mais discreta melhor. Use-a para esconder cansaço ou ruguinhas de expressão. Uma boa nécessaire deve conter base, rímel e batom. Outro ponto a mais na aparência são as mãos. Elas estarão em evidência todo o dia. Unhas bem feitas, curtas e com esmalte discreto são sempre bem vindas.

Para um ambiente informal nada impede que os acessórios sejam mais criativos e arrojados. As jóias podem ser originais e modernas, mas sem cair na vulgaridade. Sapatos e bolsas também podem andar junto com a moda ou com o gosto de cada um. Não importa se você gosta de salto ou não, nas firmas informais quase tudo é permitido, até mesmo um confortável tênis.

Estes acessórios geralmente mostram bem as características de cada um. Mas se você não quer um olhar desaprovador do chefe veja como os companheiros se vestem para não ter erro. Se ninguém usa tênis, o melhor é evitá-lo. Tente usar sapatos sem salto que também são muito confortáveis.

A maquiagem também deve ser discreta. Deixe as super produções como sombras coloridas ou glitter para as saídas à noite. Se preferir também pode usar o look clean, ou seja, cara lavada. Para as mão você tem liberdade total na escolha do esmalte, mas não se esqueça de deixá-las em dia. Nada pior do que ver uma pessoa com o esmalte descascando ou faltando em alguns dedos.

Fonte: Moda Almanaque

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.