• Assinantes
  • Mulher
    Jussara Haddad Jussara Hadadd 11/01/2007

    Feliz Ano Novo, meu amor!

    O ano novo chegou e junto com ele a nossa vontade de renovar tudo. Nossas idéias, nosso guarda roupas, nossas atitudes e porque não dizer nossa vida amorosa e sexual.

    Mais romance, mais alegria, mais tesão, mais orgasmos... Maiiiisss... Hummm.

    A vida passa rápido e quando acordamos, percebemos que perdemos muito tempo entre conceitos e pré-conceitos que só servem para nos manterem afastados da nossa alegria de viver.

    Arranjamos tempo para tudo, menos para curtir da melhor maneira possível o prazer que o nosso corpo pode nos proporcionar.

    As mulheres com seus padrões loucos de beleza, plásticas que nunca tem fim, horas de academia, procedimentos estéticos de todos os tipos, roupas que nunca são suficientes, maquiagens, jóias, carros, enfim, prazeres superficiais que terminam quase sempre em consultórios de terapia ou no uso exagerado de medicamentos para depressão, ansiedade e tantas outras maluquices que acercam o universo feminino. Não que a manutenção da aparência não colabore para manter a auto-estima em bom estado, entretanto, é necessário o equilíbrio.

    As pessoas não encontram mais tempo para amar! Para se entregar a alguém, para se apaixonar e viver uma paixão. Para sentir prazer e para dividir esta sensação.

    Pessoas apaixonadas e envolvidas com alguém, dificilmente se queixam de problemas emocionais. Reparem! Aquelas que estão vivendo uma aventura parecem estar vivendo nas nuvens o mundo real quase que nem existe para elas.

    As que dividem uma intimidade com alguém e que curtem os prazeres do beijo, das carícias e do sexo jamais reclamam da vida. Tudo está bom. Tudo tem jeito e solução. O céu e as estrelas parecem bem próximos.

    Já observaram como existem pessoas realizadas profissionalmente, muito bem remuneradas, que gastam fortunas com beleza e conforto, mas que mesmo assim vivem a se queixar (somente com seus terapeutas. Sim, porque não podem ficar vulneráveis), de seus dilemas e aflições quanto à solidão e a vontade de encontrar a outra metade da laranja. Na maioria das vezes, são pessoas que nos meios profissionais ou sociais chegam a causar inveja, tamanha segurança e aparente auto-estima.

    Às vezes, nem elas mesmas sabem ou admitem o que está faltando. Negam alegando que não tem tempo para perder com as bobagens e os incômodos do amor e que sexo é coisa para primitivos.

    Quantos homens poderosos e maravilhosos que dedicam todo o seu tempo aos negócios sem se permitirem o amor ou a paixão. Dizem-se realizados por poderem comprar tudo o que desejam inclusive suas máquinas de fazer sexo competentes e descartáveis, incapazes de os livrarem do divã do analista e dos comprimidos para dormir.

    Não que o sexo feito dessa maneira não seja prazeroso, é sim, sem dúvida. Além do que, libera substâncias essenciais para o nosso bem estar, nos deixa bem humorados, relaxados e abastecidos de energias poderosas. No entanto, é importante lembrar que o envolvimento é mais potente no que diz respeito à alegria de viver. Conciliar os dois, sexo e sentimento seria o ideal.

    O poder e o alcance do desejável, certamente é muito prazeroso. Mas não é pleno!

    Sendo assim, que tal achar um tempinho para fazer mais amor neste ano que está começando e se fortalecer com as energias positivas geradas por esta prática tão deliciosa e saudável que a gente costuma deixar sempre por último na nossa vida.

    Vamos tirar o peso da vida de nossas costas. Encontrar tempo e disposição para o amor e todos os prazeres e benefícios que ele pode oferecer. Buscar a leveza e a plenitude de quem divide sentimentos e sensações com alguém especial.

    Feliz Ano Novo!


    Clique aqui e mande sua sugestão sobre esta coluna

     

    Jussara Hadadd é terapeuta holística,
    especializada em sexualidade
    Saiba mais, clicando aqui!

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.