Negócios
Fernando Agra Fernando Agra 13/12/2011

Em busca da saúde financeira em 2012

Foto de árvore de dinheiroNessa época do ano, alguns veículos de comunicação procuram-me em busca de dicas sobre o que fazer com o 13º salário, sobre como gastar nas festas de fim de ano, sobre como se organizar para pagar os tributos do início do ano que chega etc. Com isso, resolvi dar sequência a um artigo que escrevi há quatro anos, bem semelhante a esse, no qual o objetivo é orientar as pessoas, no que diz respeito à educação financeira para o ano vindouro.

As perguntas que sempre ouço no final do ano são as mesmas (algumas destacadas na introdução deste artigo). Antes de sugerir, pergunto qual a situação da pessoa: se ela possui dívidas que estão fora de controle, sugiro pagar as mesmas inicialmente; se a pessoa não está nessa situação, mas não possui reservas, aconselho deixar parte para os tributos, matrícula e material escolar do ano subsequente; se o indivíduo é bem organizado e já possui poupança suficiente para quitar as dívidas do início do próximo ano, então o mesmo tem é que aproveitar o décimo terceiro e qualquer dinheiro extra desse fim de ano para atender os desejos, para comprar algo que não conseguiu durante o ano, para viajar, para realmente divertir-se.

Isso que descrevi no último momento do parágrafo imediatamente anterior é possível quando se tem um bom planejamento, quando se tem consciência do padrão de vida que se pode levar (não me canso de repetir essa frase!). Para programar os gastos de fins de 2012 e início de 2013, o período é agora. O leitor pode indagar: "Como assim? Está muito cedo para pensarmos no final do ano que vem?". Eu digo não! Aconselho a você a organizar seu orçamento doméstico. A fazer uma planilha de suas receitas e de seus gastos (os variáveis você estipula uma média e os revisa periodicamente). Observe quanto você pagará de IPTU, IPVA, matrícula e material escolar em janeiro de 2012 e divida por doze, assim você terá uma base de poupança mensal ao longo de 2012 para provisionar essas despesas que serão gastas no fim de 2012 e início de 2013.

Consumir é muito gostoso. Vivemos numa sociedade que é movida a base do consumo (mola-mestra do sistema capitalista). Somos bombardeados a toda hora para comprar, comprar, comprar... Muito cuidado com isso. Muita atenção às "ofertas e promoções". Compre somente o que vai utilizar. Muitas pessoas compram apenas para ter o objeto, mas nunca o utilizam. Entulham a casa e a mente. Leia sobre educação financeira (hoje temos várias literaturas na área). Busque pessoas que entendem do assunto para trocar ideias. Saiba que, quando você utiliza mal seu dinheiro, você está utilizando mal o seu tempo de trabalho. Valorize seu dinheiro. Busque uma saúde financeira. Viva melhor.

Finalizo este artigo com desejo de Feliz Natal e 2012 com muita paz e saúde para todos vocês, queridos leitores(as). Em 2012, continuaremos com mais artigos de economia, sobretudo, a economia para o seu dia a dia.

Mais artigos

Fernando Antônio Agra Santos é Economista pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e professor universitário das faculdades Vianna Júnior, Estácio de Sá, Universo e da Fundação Educacional Machado Sobrinho, todas a instituições em Juiz de Fora - MG. O autor ministra palestras, para empresas, na área de Educação Financeira.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.