• Assinantes
  • Tecnologia

    ACESSA.com completa 20 anos e clientes ressaltam qualidade dos serviços

    Como uma das primeiras a oferecer os serviços de internet na cidade, a empresa viveu junto com seus clientes, toda a revolução digital nestas últimas duas décadas

    Da redação
    12/03/2016

    Na evolução a passos largos da internet, a ACESSA.com nasceu e cresceu, vivenciando em seus 20 anos de história toda a revolução digital, que modificou completamente a sociedade. O mundo em rede, que potencializou as tecnologias da informação e comunicação (TIC's) faz parte das duas décadas da empresa, compartilhadas com seus clientes, que passaram a entender o que era esta novidade, que, inevitavelmente, mudaria a relação entre as pessoas e seu comportamento diário.

    fotoUma das primeiras dez pessoas que adquiriu os serviços da ACESSA.com, em 1996, foi o tradutor Luis Sérgio Henriques (foto ao lado), que possui hospedagem de seu site, até hoje, no portal, sobre a história do filósofo marxista, Antonio Gramsci, terceiro site no ranking de pesquisa do Google. Ele recorda da precária Bulletin Board System(BBS), que permitia a conexão via telefone, como provedores web, com disponibilização de fóruns, servidor de e-mail, bate-papo e download de arquivos.

    "Era aquela tela preta com letrinhas verdes. Através dela e da amizade que eu tinha com os diretores da ACESSA que pude começar a entender como funcionava um sistema de e-mail. Por acaso, neste mesmo ano que a empresa foi fundada, viajei para Itália e com meus conhecimentos e práticas na empresa, pessoas de lá ficaram abismadas, achando que eu estava muito a frente. Isso representava o pioneirismo do grupo, comparado com países adiantados da Europa", relembra.

    Sérgio brinca que sua única reclamação é que os 20 anos passaram muito depressa. Em sua lembrança está a internet discada, quando existia a rixa dentro de casa, pois quando um conectava, todos os outros ficavam sem telefone. "Não temos noção do salto tecnológico destes 20 anos. Recordo-me dos meus primeiros acessos a Biblioteca do Congresso, de Oxford e, hoje, nem uma criança quer mais. O acesso discado já pertence ao museu, rs!".

    fotoO médico Miguel Jacob também lembra dos acessos de internet discada de 14.400 kbps de velocidade, com aquele sonzinho padrão de handshake que o modem fazia ao conectar em uma rede. "Na época a internet não era barata e era pouco difundida no meio profissional. Mas, logo depois, adquiri o acesso à rádio em meu consultório".

    Pessoalidade

    Mais que serviços inovadores, o Sérgio e Miguel compartilham de uma opinião, a proximidade com a empresa. "Minha relação com a ACESSA é quase um casamento, rs! Não são como outros serviços que nos tornamos órfãos em meio a uma multidão de clientes. Qualquer problema ou crítica que tenho, venho e converso. É muito fácil", destaca o médico.

    Ele recorda que passou a ser cliente após ouvir uma propaganda pela rádio. Ao chegar na antiga sede da empresa, também na avenida Rio Branco, no Edifício Brumado, ele foi recepcionado por uma das diretoras, a Patrícia Faria. "Lá tinha uma sala secreta, que era uma porta rotatória onde ia para tomar café. Tenho este costume até hoje e sou cliente da empresa com internet a rádio em casa e Digital Subscriber Line (DSL) - tecnologia de modem que usa linhas de telefone existentes para transportar dados de largura de banda elevada, como multimídia e vídeo, no meu consultório no Hospital Monte Sinai".

    Sérgio completa que a excelência técnica e o pioneirismo que tornam o grupo o que é, atualmente. "Tenho queixas quase generalizadas a respeito de outros serviços que possuo, bem diferente daqui".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.