Saúde
Líquido durante as refeições: pode ou não?
Uns dizem que faz bem, outros dizem que não. Uns dizem que engorda, outros dizem que não. Em certos casos, beber durante as refeições trata-se de recomendação médica


Sílvia Zoche
Repórter
29/03/2005

As nutrólogas Carla Valéria de Alvarenga e Alice Amaral falam sobre a ingestão de líquidos durante as refeições. Clique nos ícones ao lado para ouvir as entrevistas

Ouça! Ouça!

Foto: ACESSA.com Está na hora da refeição e você não sabe se bebe ou não um copo de água ou suco para acompanhar. Beber ou não beber? Será que vai dar barriga? Será que vai prejudicar a digestão?

Ingerir um pouco de líquido durante as refeições não é tão problemático assim. "Desde que não seja sempre", diz a médica especialista em nutrição, Carla Valéria de Alvarenga Antunes. O mais indicado, segundo ela, é beber uma hora antes e uma hora após as refeições. "Isso não impede que uma pesoa que tenha que tomar um remédio depois do almoço beba o comprimido com um pouco de água", comenta.

Já para a nutróloga Alice Amaral, não há problema em beber sempre, desde que não ultrapasse a quantidade de 200ml. "Medicina é igual amor. É nem sempre e nem nunca. Você não vai comer uma comida a seco, não é? Mas se você bebe muita água, você mastiga menos que deveria", diz. Em um ponto as duas concordam: tomar refrigerante não traz benefício em momento algum. É melhor sempre evitá-lo, seja antes, durante ou depois das refeições. Além de engordar, ajuda no aparecimento das temidas celulites. Os apropriados são os sucos naturais ou água.

Fatores negativos ao ingerir líquido durante as refeições
Quem come fibra sabe que esta é uma forma de facilitar a digestão. Mas se você ingerir água ou qualquer outro líquido, a fibra vai passar mais rápido pelo intestino, diminuindo sua função. Outro problema é que o estômago produz o ácido clorídrico que é bem concentrado para digerir os alimentos. A água dilui este ácido e prejudica sua atividade, que acaba atuando menos em cima do alimento. "A médio e a longo prazo, pode atrapalhar o processo de digestão", enfatiza Alice.

Quem possui problemas como refluxo, esofagite, gastrite, hérnia de hiato e outros problemas na mucosa gástrica, ingerir líquidos não é nada apropriado. "Quanto mais líquida a refeição, na hora que o estômago contrai é mais fácil do alimento, misturado a água, refluir para o esôfago, causando esofagite", explica Carla. "Se a pessoa possui alguma patologia digestiva, a ingestão de líquido pode atrapalhar. É uma questão de bom senso", diz Alice.

Quem deve beber
Existem casos de pessoas que devem ingerir líquido durante as refeições, como aquelas que não têm saliva, como quem passou por radioterapia ou quem não produz saliva. "Essas pessoas têm que beber, porque a digestão começa na boca. Quem não tem saliva, até para deglutir é muito difícil", afirma Alice Amaral.

Engorda ou emagrece?
Foto: ACESSA.com Beber durante a refeições não dá barriga, segundo Carla. "Não é a ingestão de água que dá barriga. É que a pessoa come mais e engorda. Quando se bebe, come-se mais. É mais fácil comer bebendo do que comer sem beber".

Carla alerta ainda que a sensação de que o estômago está vazio é mais precoce quando há ingestão do líquido durante a refeição. "A pessoa vai ficar com fome mais cedo. Para quem quer emagracer não é uma boa".

Já Alice diz que existem trabalhos que mostrarm que a pessoa que toma líquido durante a refeições, vai se saciar mais rapidamente. "Ela vai ter uma necessidade menor de alimentos. Isso poderia até ser um coadjuvante no tratamento de perda de peso".

Uma coisa é certa: bebida alcóolica engorda sim. Então, seja coerente e não exagere. É importante frisar que, tirando a hora das refeições, temos que tomar dois litros de água por dia. E não se esqueça: cuide sempre da saúde!

Sua opinião


O que você acha sobre beber líquido durante as refeições?
      Engorda e prejudica a digestão
      Emagrece e prejudica a digestão
      Engorda, mas não prejudica a digestão
      Emagrece, mas não prejudica a digestão
   

  ATENÇÃO: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem   científica e se refere apenas a um grupo de visitantes do portal   ACESSA.com.


Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.