Casa

Conheça as diferenças entre o MDF e o MDP Cuidados nos acabamentos, resistência e durabilidade são as principais diferenças entre os materiais que podem ser utilizados em qualquer tipo de móvel

Clecius Campos
Repórter
5/2/2010

Entre as opções de móveis disponíveis no mercado, existem aqueles confeccionados em MDF e MDP. A dúvida sobre qual material cai melhor para que tipo de móvel confunde os consumidores que podem não conhecer as diferenças. De acordo com o coordenador do curso de Design de Móveis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFET) do Sudeste Mineiro, Eduardo Seabra, com ambos materiais é possível fazer qualquer tipo de móveis. A grande diferença estaria no acabamento que deve ser dado a cada um dos materiais.

"A superfície do MDF cru é mais lisa e aceita a aplicação de resinas coloridas. Além disso, no caso de serem feitos rebaixamentos para a criação de relevo, o miolo também é bem compacto, proporcionando um bom acabamento." O trato com o MDP precisa ser mais cauteloso. Segundo Seabra, devido à porosidade, é preciso dar mais importância aos dispositivos de montagem. "É preciso ver se o móvel está com as bordas aparentes."

O motivo da diferença está na produção de cada um dos materiais. O MDP (medium density particleboard - partícula de média densidade) é produzido por meio de prensas contínuas de partículas, associadas à utilização de resinas sintéticas sob efeito de calor. O resultado é um painel homogêneo, com partículas finas na superfície e delgadas no miolo, que dão um aspecto mais poroso. Um painel de madeira decorada, aplicado sobre a superfície, faz o acabamento da peça.

O MDF (medium density fiberboard - fibra de média densidade) é feito de fibras de madeiras aglutinadas com resinas sintéticas. A compactação sob maior pressão e temperatura mais elevada permite um material de composição homogênea, com boa maleabilidade, resistência e durabilidade. A peça recebe facilmente vários tipos de pintura.

Foto de MDP e MDF Foto de acabamentos de MDF

De acordo com o vendedor Eduardo Almeida, o MDF pode receber impressão a laser que imita diferentes tipos de madeira. Os motivos mais procurados são imbuia, branco, mel e tabaco. Os móveis feitos com esse material podem receber ainda acabamento feito por um painel de tauari (madeira nativa direcionada para o setor moveleiro), que reveste a superfície. Já o MDP pode possuir cores diversas. "Como ele já vem com a superfície colorida, a variedade é imensa. Mas as tonalidades mais procuradas costumam ser as mesmas do MDF."

Resistência e durabilidade

Segundo Almeida, os móveis em MPD são menos resistentes e menos duráveis em relação aos produzidos em MDF. Mas são boa alternativa para a confecção de linhas mais populares ou de móveis pequenos como raques para computador. Seabra explica que a compactação dos materiais e a aglutinação de colas e resinas permite alta resistência do MDF.

"A durabilidade é comparada à da madeira. Além de passar por alto aquecimento e pressão, tanto o MDF quanto o MDP recebem tratamento pesticida, que diminui a possibilidade de serem atacados por pragas." Seabra afirma que ambos os materiais são feitos com madeira nova. "Não há reciclagem."

Aglomerado

Algumas vezes, o MDP é confundido com o aglomerado, material inferior, produzido da mesma forma que o MDP, porém com menos preocupação com a homogeneidade do produto. Feito de partículas de pinus e eucalipto, o aglomerado é indicado para a confecção de bases, tampos e laterais de móveis.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Sonia Maria Reis Silva: Obrigada pelas informações foram muito claras sanou completamente as minhas dúvidas.

Josiele Rodrigues: obrigada. Esta informação foi muito útil e esclarecedora

Kátia Bento da Silva: Por favor, falar que tem uma resistencia e durabilidade igual de uma madeira ??? tenho móveis de mogno aqui em casa. Isto sim é material.

Marcia Matias: obrigada, não tinha noção do que era MDF ou MDP.

Leonardo Bento: OBRIGADO POR TIRA MINHAS DUVIDAS.

Joao Vieira Pinho: Eram as explicações que estava querendo,obrigado por amenizar minhas dúvidas.

Natalia Helma Pereira: Ótimo esclarecimento respondeu todas as minhas dúvidas.

Lorenzo De Souza Mendonça: Muito esclarecedor.

José Mesquita Mesquita: Comentário esclarecedor. avaliação boa