• Assinantes
  • Frutas

    Mexerica Fruta de inverno, previne cálculo renal e dá pigmento azulado a um tipo de cachaça

    Sílvia Zoche
    Repórter
    21/06/2006

    O tempo começa a esfriar e as bancas das feiras aglomeram uma fruta gostosa de comer e fácil de descascar: a mexerica. Essa facilidade em descascar é um ótimo atrativo. É por isso que Maria José Montinotti, se tiver que escolher, prefere a mexerica do que a laranja. "É muito mais fácil e dá para comer em qualquer lugar". As crianças, então, nem se fala, porque não precisam de um adulto para degustar os gomos.

    Diferentemente de outras frutas cítricas, a mexerica não possui aquela membrana branca entre a casca e os gomos. Estes têm somente um emaranhado de fibras cobrindo a polpa. A fruta faz tanto sucesso que Maria José, dona de uma banca de frutas junto com o irmão, diz que as pessoas costumam comprar logo duas dúzias de uma vez.

    O Citrus nobilis, nome científico da mexerica, dá em árvores de tamanho pequeno a médio porte e com espinhos. Sua copa é mais cheia, meio arredondada e as folhas são verdes escuras. Segundo o nutricionista Arnaldo Pinheiro, é uma fruta originária do continente asiático.

    Foto:
ACESSA.com Foto:
ACESSA.com

    Em terras brasileiras, a mexerica também é conhecida por outros nomes, como laranja-cravo, tangerina, mandarina e bergamota, no Rio Grande do Sul.

    Entre as variedades, existem a mexerica-cravo, um pouco ácida e é suculenta; poncã de gomos grandes, que solta a casca com facilidade; poncã-extra, também possui gomos grandes, mas não é tão suculenta, entre outras. Em receitas, pode ser usada ao natural - mais comum -, em sucos, sorvetes, cremes e até em molhos para pratos salgados.

    Foto:
ACESSA.com Suas propriedades funcionam bem como laxativo, antiartritíca e antigotosa. "A mexerica previne o cálculo renal, formado a partir de oxalato de cálcio, podendo também ser utilizada no combate a arteriosclerose e no tratamento de tumores", diz Arnaldo.

    Cada 100g dela possui 40kcal, além de ser fonte de cálcio, fósforo, ferro, sódio, magnésio e enxofre e das vitaminas A, complexo B e C.

    E duas curiosidades. A primeira é que a casca da tangerina é usada pelos índios como pigmento na fabricação de uma cachaça feita com mandioca. O incrível é a cor resultante. "É uma cor azulada puxada para o roxo. Eu ganhei uma garrafa desta cachaça", conta Arnaldo. A segunda curiosidade é referente a um tabu: a que mexerica causa resfriado. Arnaldo explica que algumas pessoas acreditam nisto, porque, normalmente, é uma fruta fria por sua safra ser no inverno e por causar espirros. "Mexerica não causa gripe. É que o sumo irrita as vias nasais quando a fruta é descascada e algumas pessoas espirram, mas isto não é resfriado". Entendido?

    Veja algumas receitas preparadas com a mexerica, enviadas por internautas:

    Acesse as receitas do Só Sabor!
    Clique aqui e cadastre suas receitas.

    Dê sua opinião sobre esta matéria.
    Envie um e-mail para redacao@acessa.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.