Turismo

Circuito do Pico da Bandeira Um dos passeios mais realizados pelos turistas e moradores locais
é a subida noturna para ver o nascer do sol



*Guilherme Arêas
Colaboração
07/08/2007

Acredita-se que por volta de 1859, D. Pedro II determinou que fosse colocada uma bandeira do Império no pico mais alto da Serra do Caparaó. Desde então, o lugar ficou conhecido como Pico da Bandeira e, hoje, é destino certo de aventureiros e viajantes de todos os cantos. Se você ainda não conhece, embarque nessa viagem a 2.892 metros de altitude.

O Pico da Bandeira é o terceiro ponto mais alto do Brasil. Localizado no Parque Nacional do Caparaó, criado, em 1961, pelo presidente Jânio Quadros, empresta sua beleza e imponência para os estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Do alto, o visitante parece estar em um verdadeiro mar de vales e planaltos.

Um dos passeios mais realizados pelos turistas e moradores locais é a subida noturna para ver o nascer do sol, um verdadeiro show de imagens que só a natureza é capaz de oferecer. O meio do ano é um período ainda mais movimentado, já que o frio, a falta de chuva e a lua cheia parecem atrair os aventureiros.

O turista que deseja chegar ao Pico da Bandeira vai encontrar um caminho com rochas e vegetação de campo rupestre. A maioria dos visitantes utiliza as áreas de camping para realizar a subida. Parte das pessoas acampa na Tronqueira, localizada a cerca de seis quilômetros da Portaria de Alto Caparaó, ou no Terreirão, no último platô anterior ao Pico da Bandeira.

O acesso ao acampamento do Terreirão é feito somente a pé ou em lombo de animais de carga. O local fica a 10,5km da Portaria do Parque em Alto Caparaó e 4,5km do acampamento da Tronqueira. As duas áreas oferecem serviços como banheiro e tanques para lavar roupas e pratos.

foto do Pico da bandeira foto do por do sol foto da área de camping

A dica do engenheiro elétrico, Thiago da Silva Castro, morador de Espera Feliz, uma das cidades do circuito, é subir o Pico da Bandeira pelo lado de Minas Gerais e descer pelo Espírito Santo.

"A parte mineira do Parque do Caparaó tem mais cachoeiras e a subida até o Pico é mais longa, porém menos íngreme. Já o trecho do Espírito Santo é mais curto, mas o visitante faz mais esforço para subir. Por isso, uma dica legal é fazer esse percurso, que você acaba conhecendo todo o parque", orienta.

Ainda de acordo com Thiago, os menos aventureiros, que não tiverem fôlego para subir até o Pico, podem aproveitar o passeio com as diversas cachoeiras que existem no local. "A subida do Pico é desgastante. Você acorda de madrugada, passa frio e muitos reclamam o tempo todo. Mas quando chega lá em cima e vê o nascer do sol e o tapete de nuvens encobrindo as cidades, você pensa que valeu a pena o esforço e já planeja a volta no ano seguinte", afirma.

foto da flora do Pico da bandeira foto de um quatí foto do coração de cristo

Apesar de o Pico da Bandeira ser a principal atração dos turistas que fazem a viagem, as cidades que fazem parte do circuito reservam a tranqüilidade e harmonia das típicas cidades mineiras. A culinária dos pequenos municípios fazem o passeio ainda mais aconchegante.

De acordo com a Agência de Desenvolvimento Regional do Circuito Turístico Pico da Bandeira, fazem parte do circuito as cidade de Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Caiana, Caparaó, Carangola, Espera Feliz, Faria Lemos, Luisburgo, Manhuaçu, Manhumirim, Martins Soares, Pedra Dourada, Reduto, Simonésia, Tombos e Dores do Rio Preto (ES).

foto do vale verde foto do pico da bandeira foto da cachoeira do Aurélio

foto de um muquirí foto do vale encantado foto do por do sol


Como chegar

Pela BR-116, ou Rio-Bahia, passando por Muriaé-MG, vira-se à direita, em Fervedouro, no sentido Carangola. No trevo de Carangola seguir no sentido Alto Jequitibá/Alto Caparaó. No Trevo de Alto Jequitibá contornar à direita, sentido Alto Caparaó.

Os ônibus geralmente têm, como destino, as cidades de Manhuaçu ou Manhumirim. Chegando lá, uma empresa de ônibus disponibiliza cerca de cinco horários diários, até as 19 horas, para Alto Caparaó. A partir de Alto Caparaó o Parque pode ser atingido a pé, por caminhada de 4km, ou então através do aluguel de jipe.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Leonardo Couto: Alguém vai subir o pico dia 6 de dezembro?

Wallace Gabriel Souza: bom dia! minha ida que seria em julho antecipei para abril de 2014 na semana santa, segue algumas dicas, a trilha não é tao bem demarcada assim, o ideal e subir ainda com a luz do dia caso contrario só com guia mesmo, é importante também olhar o horário de funcionamento do parque, , tem um limite de pessoas pra entrar no parque, o acesso é fácil é bem próximo ao centro da cidade de Alto Caparaó, apenas dois km, chegando na portaria, valor da entrada 12,50, são aproximadamente 9 km de caminhada totalizando 18 km, o passeio dura em media 10 horas, caso pretenda fazer a subida diurna, o ideal é subir por volta das 07:00, caso queira fazer a subida noturna, leve muito agasalho, louvas e touca, la encima é muito frio a noite. pretendo voltar em 2015 abraços

Wallace Gabriel Souza: julho to indo pra la

Eliel Souza Limpeza de Estofados: subi pelo lado de minas,agora quero ir pelo lado do espirito santo,pretendo ir em maio,2014 alguem pra acompanhar?bora? Por minas é bacana,vista linda e muita agua, o que se eu soubesse nao teria levando tanta agua,pois o que mais tem é agua natural e muito boa,pelo lado de minas,preferi a agua que tem no pico das cachoeiras, do que beber a agua mineral que levei rss..