• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 23 de maio de 2013, atualizada às 18h35

    Farmácias de JF começam a retirar fracos de Tylenol das prateleiras

    Cintia Charlene
    *Colaboração
    tynelol

    Após o anúncio feito pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na última quarta-feira, 22 de maio, em que o Ministério da Justiça determinou que o medicamento Tylenol líquido seja retirado das prateleiras, as farmácias de Juiz de Fora já começaram a recolher o produto.

    Em uma drogaria localizada na rua São Mateus, a funcionária Patrícia Castro disse que não sabia da determinação. Além disso, o representante do medicamento ainda não havia dado maiores informações. "Geralmente, recebemos estes comunicados por e-mail, ou o nosso representante nos comunica. Acredito que a medida vai atrapalhar um pouco as vendas, já que não teremos mais o remédio para vender. Mas creio que o problema será logo resolvido.''

    Para o farmacêutico de uma drogaria localizada na avenida Rio Branco, próxima ao Parque Halfeld, José Gabriel de Paula, que sabia da notícia, a medida não irá alterar a rotina. ''Recebemos um comunicado da Anvisa, mas felizmente, no momento, não temos nenhum frasco deste medicamento, somente a fórmula genérica", diz.

    Além dessa, uma outra farmácia localizada na rua Marechal Teodoro, também foi informada do assunto, e já retirou os remédios comprometidos das prateleiras. ''Todo o nosso estoque era desse lote, então já o retiramos de circulação. Acredito que a falta do Tylenol, neste momento, não irá comprometer as vendas, já que podemos substituir pelos medicamentos similares. Só quem não gosta de fazer a troca é que vai sentir, mas a maioria não liga. E a venda de genéricos nunca esteve tão expressiva como agora'', esclarece a farmacêutica, Cleimar Esteves dos Reis.

    Já a farmacêutica Lívia Costa, que trabalha em uma drogaria no Calçadão, também já sabia do recolhimento do Tylenol, mas afirma que não terá problemas, pois em sua loja não há nenhuma caixa do produto. ''Já conferimos nossos estoques, e vamos ficar de olho quando as novas remessas chegarem. No momento, nós só temos o Paracetamol. Inclusive nenhum cliente reclamou, acho que eles ainda não sabem.''

    Entretanto, outra farmácia localizada na rua Batista de Oliveira, afirmou não saber da nova situação. De acordo com a funcionária, que preferiu ter sua identidade preservada, na semana passada outros lotes foram recolhidos. ''Vamos verificar se os que ainda temos poderão ser comercializados. Mas, iremos substituir pelos genéricos.''

    Anúncio

    A medida foi anunciada a Anvisa pela empresa, na última terça-feira, dia 28. A empresa identificou problemas no sistema de gotejamento dos frascos, o que pode acarretar o risco de superdosagem para os usuários do produto.

    Assim, ficou determinado que os medicamentos de 200 mg/ml de Tylenol Gotas, fabricados entre dezembro de 2011 e novembro de 2012, e com embalagens com numeração de lote não sequencial compreendida entre os intervalos PPL055 a RJL123, serão recolhidas pela Anvisa na próxima segunda-feira, 27. O laboratório Janssen-Cilag Farmacêutica anunciou o recolhimento de 19 lotes afetados pelo problema, ultrapassando três milhões de unidades.

    Confira os lotes que serão recolhidos: PPL055, PPL056, PPL057, RAL030, RCL088, RFL095, RLF096, RGL052, RHL047, RKL037, RLL015, RLL087, RML007, RML125, RML135, RML175, RNL049, REL036 e RJL123.

    *Cintia Charlene é estudante do 7º período de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.