• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Sexta-feira, 27 de janeiro de 2012, atualizada às 19h19 e em 30 de janeiro de 2012, às 13h15

    Prefeitura abre segunda etapa de reflorestamento, sem terminar a primeira

    Clecius Campos
    Subeditor
    Foto de reflorestamento

    A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) abre, no dia 29 de fevereiro, a segunda etapa do programa de reflorestamento e recuperação de vegetação Cidade Verde, sem conseguir terminar a primeira fase do projeto. Nesta data, ocorre o processo licitatório para escolher a empresa que será responsável por reflorestar e cercar 253 hectares de áreas de preservação permanente (APP) no município.

    No entanto, a primeira etapa do programa, cujo objetivo era o plantio de 137 mil mudas nativas, não foi finalizada. Segundo informação da Agência de Gestão Ambiental de Juiz de Fora (Agenda JF), deste total, 77 mil mudas foram plantadas em 46 hectares, representando investimento de cerca de R$ 400 mil. Na época em que foi lançado, em setembro de 2009, o orçamento divulgado do projeto era de R$ 2 milhões, que seriam investidos em 106 hectares.

    Segundo o superintendente da Agenda JF, Aristóteles Faria, o insucesso deve-se ao pioneirismo do programa e ao período de queimadas pelo qual Juiz de Fora passou. "O primeiro projeto era um piloto, um projeto menor, e precisamos investir em manutenção. Reflorestamento não é plantar jardim. Temos que combater pragas, fazer aceiros para evitar incêndios e minimizar queimadas nas áreas de florestas municipais. Não conseguimos cumprir tudo na primeira etapa, também, devido às queimadas, e tivemos que tomar cuidado com as áreas já reflorestadas. Preferimos manter preservadas essas áreas e contemplar as demais em uma nova etapa."

    Só a licitação da segunda etapa tem valor global estimado em R$ 2,1 milhões. Segundo Faria, o projeto prevê novas áreas, ampliando a área total a ser reflorestada. "Vamos dizer que 30% da segunda etapa é para terminar a primeira e 70% para reflorestar novos espaços." O prazo para a execução do plantio é de 36 meses. De acordo com o cronograma anexo ao edital de licitação, o início do reflorestamento estava previsto para ocorrer em dezembro de 2011, para que o fim dos trabalhos coincidisse com dezembro de 2014. A intenção é que os intervalos entre outubro e abril do ano seguinte sejam utilizados para o plantio, por serem períodos chuvosos.

    Durante a segunda etapa, a área a ser reflorestada é correspondente a 253 hectares, sendo 248 hectares em áreas públicas de preservação permanente e 5 hectares em espaço particular. É esperado o plantio de cerca de 420 mil mudas e o cercamento de perímetros que somam quase 70 mil metros. Cinquenta e uma áreas, algumas delas acopladas, serão reflorestadas. Os espaços podem ser vistos nas imagens abaixo. A Agenda JF recomenda que 64 espécies de plantas nativas sejam contempladas na recomposição florestal do município.

    Veja as áreas que serão replantadas

    Imagens: Divulgação/Agenda-JF

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.