Quinta-feira, 15 de março de 2012, atualizada às 18h59

Morre em São Paulo o juiz-forano e ex-deputado Fernando Rainho

Da Redação
fernando_rainho

O ex-deputado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais Fernando Rainho (PDS), morreu, em São Paulo, na madrugada desta quinta-feira, 15 de março. O parlamentar estava internado no Hospital São Luís, na capital paulista, desde novembro de 2011. O corpo de Fernando Rainho chegará a Juiz de Fora, sua cidade natal, às 21 horas desta quinta, quando começará o velório no Cemitério Parque da Saudade. O enterro será no mesmo local, na sexta-feira, 16, às 16 horas.

Político, advogado e professor, Rainho nasceu em 1938. Cursou Direito e Pedagogia na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Pertenceu à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido criado na época da Ditadura Militar, e, posteriormente, filiou-se ao PDS. Após exercer os cargos de chefe do gabinete da Prefeitura de Juiz de Fora (1977) e de secretário municipal de Governo (1978-1982), elegeu-se deputado estadual para a 10ª legislatura (1983-1987). Na Assembleia, foi vice-líder da bancada do PDS (1983-1984) e membro de diversas comissões.

O ex-deputado foi, ainda, presidente da Helicópteros do Brasil (Helibras), em Itajubá, e, mais recentemente, foi o 1º reitor da Faculdade Estácio de Sá em Juiz de Fora, responsável por sua implantação na cidade. Advogou em uma instituição bancária, em Juiz de Fora, até se aposentar.

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.