Quarta-feira, 29 de outubro de 2014, atualizada às 10h24

Homem é assassinado no Jóquei Clube I durante a noite de terça

Um homem de 30 anos foi assassinado à tiros durante a noite da última terça-feira, 28 de outubro, no bairro Jóquei Clube I, na Zona Norte de Juiz de Fora.

Segundo a Polícia Militar (PM), a guarnição chegou à avenida Antônio Weitezel, onde aconteceu o crime e já encontrou uma Unidade do Samu atendendo a vítima, que estava inconsciente. Populares apontaram dois jovens, de 18 e 23 anos, como suspeitos de terem atirados. O homem chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no Hospital Maternidade Terezinha de Jesus (HMTJ). Segundo familiares, a vítima era dependente químico e tinha dívidas com traficantes da região. Ninguém foi preso.

-
Quarta-feira, 29 de outubro de 2014, atualizada às 10h24

Homem é assassinado no Jóquei Clube I durante a noite de terça

Um homem de 30 anos foi assassinado à tiros durante a noite da última terça-feira, 28 de outubro, no bairro Jóquei Clube I, na Zona Norte de Juiz de Fora.

Segundo a Polícia Militar (PM), a guarnição chegou à avenida Antônio Weitezel, onde aconteceu o crime e já encontrou uma Unidade do Samu atendendo a vítima, que estava inconsciente. Populares apontaram dois jovens, de 18 e 23 anos, como suspeitos de terem atirados. O homem chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no Hospital Maternidade Terezinha de Jesus (HMTJ). Segundo familiares, a vítima era dependente químico e tinha dívidas com traficantes da região. Ninguém foi preso.

Quarta-feira, 29 de outubro de 2014, atualizada às 10h24

Homem é assassinado no Jóquei Clube I durante a noite de terça

Um homem de 30 anos foi assassinado à tiros durante a noite da última terça-feira, 28 de outubro, no bairro Jóquei Clube I, na Zona Norte de Juiz de Fora.

Segundo a Polícia Militar (PM), a guarnição chegou à avenida Antônio Weitezel, onde aconteceu o crime e já encontrou uma Unidade do Samu atendendo a vítima, que estava inconsciente. Populares apontaram dois jovens, de 18 e 23 anos, como suspeitos de terem atirados. O homem chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no Hospital Maternidade Terezinha de Jesus (HMTJ). Segundo familiares, a vítima era dependente químico e tinha dívidas com traficantes da região. Ninguém foi preso.