Rafaela Alves Rafaela Alves 21/03/2014

O significado da dança...

rafaelaUltimamente, eu tenho refletido muito sobre o que a dança significa para minha vida... Dançar já faz tão parte do meu dia a dia que às vezes se torna difícil pensar sobre isso.

Então, eu decidi pensar no que eu sinto enquanto danço. E eu vi que o momento da dança me traz tanta entrega, que é o momento em que eu mais me conecto com o meu Deus. E não estou falando de nenhuma religião específica... O meu Deus é o que eu tenho de mais puro e de mais sincero dentro de mim e que salta pelos meus olhos e a cada movimento enquanto eu danço. A cada acorde da música minha alma se expande e transborda, permitindo o contato com aquele que me vê dançar. Acho que conexão emocional com o público talvez seja isso: um encontro de almas. A alma do artista permeada do seu eu mais puro e verdadeiro e a alma do expectador, que está ali para sentir o novo, desejando embarcar na sua emoção, se tornar parte da sua alma, conhecer o seu Deus.

E o que vem de dentro, as nossas emoções e a maneira com que fazemos o corpo se movimentar na união delas com a música é o que eu chamo de essência. Cada um de nós tem uma maneira muito própria de dançar, justamente por isso: porque existem almas afins, mas nunca existirão almas iguais... Cada ser é único. Logicamente, somos seres mutáveis, nossa dança vai mudando com a passagem do tempo e com as experiências e vivências que acumulamos, mas a nossa alma, a nossa essência sempre estará ali.

Não há nada mais belo do que um artista entregar sua essência e perceber sua alma se unindo com a de seu público. É desse encontro que nasce o encantamento, a emoção... É isso que faz a dança ter sentido para mim.

E você sente sua alma se expandindo quando a felicidade é tanta que ela parece não caber no peito. Quando você olha para cima, se conecta com o seu Deus e diz: obrigada por eu estar aqui nesse lugar e nesse momento.

Enquanto dançar me trouxer o que eu descrevi a vocês eu continuarei a ser bailarina. Se um dia eu não colocar a minha alma em contato com quem me assiste, eu penduro as sapatilhas e guardo o lencinho de quadril... Mas cá para nós: eu espero que esse dia nunca chegue. Dançar é o que alimenta o meu corpo, o meu Deus e a minha alma.


Rafaela Alves é professora e bailarina de Dança do Ventre e Folclore Árabe desde 2001. Conquistou o padrão de qualidade em dança da renomada Casa de Chá Khan el Khalili/SP em 2013. Proprietária do Studio de Danças Rafaela Alves. Formada em Direito pela UFJF.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.