Segunda-feira, 12 de abril de 2010, atualizada às 18h22

Conselheiros pedem vistas e adiam tombamento do Castelinho do Bairu

Clecius Campos
Repórter

O tombamento do Castelinho do Bairu, que poderia ter ocorrido nesta segunda-feira, 12 de abril, foi adiado por membros do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural (Comppac). Os motivos foram os pedidos de vistas feitos por conselheiros, que apresentaram a necessidade de conhecer um pouco mais o processo.

"Alguns membros querem estar mais seguros para tomar a decisão no próximo encontro. O relatório gerou dúvidas, então vieram os pedidos de vistas", declara o conselheiro do Comppac, Marcos Olender. De acordo com a assessoria de comunicação da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), o tombamento foi considerado complexo e a votação foi adiada para o dia 3 de maio.

A integrante do Movimento Memória do Bairro, Ercília Brasil, afirma que o grupo vai discutir novas alternativas e determinar mais ações pelo tombamento do Castelinho do Bairu. "Este tempo é de certa forma saudável para nós. Vamos usá-lo para avaliar o movimento até agora." O processo tramita na Divisão do Patrimônio Cultural (Dipac) de Juiz de Fora desde maio de 2009.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.