• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Quarta-feira, 31 de outubro de 2007, atualizada às 19h18

    Professores aceitam proposta da prefeitura com relação ao decreto que muda regra dos atestados médicos


    Thiago Werneck
    Repórter

    Os professores da rede municipal de ensino entraram em acordo com a prefeitura por pelo menos 30 dias. Em reunião com o Secretário de Recursos Humanos Renato Garcia, representantes Sindicato dos Professores de Juiz de Fora (Sinpro/JF) aceitaram a proposta de se formar uma comissão para elaborar uma alternativa que elimine os prejuízos causados pelo decreto municipal, que altera as regras para atestados médicos.

    Segundo um dos coordenadores do Sinpro, Flávio Bitarello, a reunião foi positiva para classe. "Conseguimos mostrar ao representante do governo o quanto esse decreto é prejudicial para nós. Agora temos até o dia 30 de novembro, para elaborar uma alternativa que agrade os dois lados", conta.

    A comissão que deve elaborar a proposta será formada por representantes dos sindicatos dos professores, servidores, médicos, dentistas e engenheiros de Juiz de Fora. "O decreto é ruim para todos nós professores e não pode continuar dessa forma. A alegação da prefeitura é a de evitar abusos, mas isso cria problema para mais de 5 mil professores", alega Flávio.

    Além da comissão, os professores conquistaram o direito de ter uma audiência pública na câmara municipal para discutir o decreto. A data ainda não foi definida, mas o Sinpro já anunciou que vai haver paralisação no dia escolhido. Os professores também devem enviar uma carta aos pais de alunos, explicando os problemas enfrentados por causa do decreto.



    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.