• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Terça-feira-feira, 31 de março, atualizada às 18h

    Professores da rede municipal de ensino fazem paralisação por campanha salarial


    Guilherme Arêas
    Repórter

    Os professores da rede municipal de ensino fazem uma paralisação nesta quarta-feira, 1º de abril, para discutir a campanha salarial de 2009, em assembleia. Os profissionais querem a equiparação salarial dos professores juizforanos ao piso nacional de R$ 950, estabelecido por lei. Com o cumprimento da legislação, que garante reajustes retroativos a janeiro de 2008, o piso dos professores deveria ser de aproximadamente de R$ 1.150.

    Apesar de o salário dos professores municipais ser reajustado anualmente pela inflação, o coordenador geral do Sinpro, vereador Betão (PT), garante que os professores acumulam perdas salariais de 29% ao longo dos últimos anos. Porém, o valor do reajuste que fará parte da campanha salarial só será definido na assembleia desta quarta.

    "Feita a assembleia, fechamos a pauta e iniciamos o processo de negociação com a Prefeitura", explica Betão. Também devem fazer parte da pauta de reivindicações o reajuste no valor da Ajuda de Custo para Valorização do Magistério (ACVM), a liberação dos professores para cursos de pós-graduação, a criação de um quadro de carreira para as secretárias escolares e a redução da jornada e trabalho.

    Em Juiz de Fora há quatro mil trabalhadores diretos da educação municipal, sendo que cerca de 2.500 são professores.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.