Trote marca a chegada de 1.200 calouros à UFJFQuem passava pelo Calçadão da rua Halfeld percebia a presença dos novos estudantes sujos e pedindo doações em dinheiro

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
8/8/2011

calouros

As aulas na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) começaram nesta segunda-feira, 8 de agosto, para 15,2 mil alunos. Além dos cerca de 14 mil veteranos que retornam às aulas, 1.200 calouros começam a vida acadêmica. Na data, os recém-chegados passaram pelo trote, como é realizado todos os anos. Quem passava pelo Calçadão da rua Halfeld percebia a presença dos novos estudantes sujos e pedindo doações em dinheiro.

"Está sendo ótimo esse novo momento da minha vida. Apesar de ter sido pesado, o trote é uma forma de interação entre os alunos", diz a universitária do curso de Nutrição, Isabella Aparecida Barbosa. "Me passaram carne, peixe e quiabo podres, além de vinagre e pimenta." De acordo Isabella, a pior parte da recepção é ter que pedir o dinheiro na rua.

A estudante Iara Grigoletto, que teve que arrecadar R$ 100, diz que pedir dinheiro na rua é constrangedor. "Eu estou há seis horas no Calçadão e só consegui R$ 26. As pessoas não gostam de dar dinheiro e a gente acaba tendo que andar muito."

Para o estudante do curso de Direito Paulo Gabril, a prática é bem vista, desde que não haja nenhum tipo de constrangimento. "É uma forma de conhecer os outros estudantes, mas tem que haver o respeito aos calouros", diz.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.