• Assinantes
  • Esporte
    Sexta-feira, 26 de março de 2010, atualizada às 15h02

    Exigências para a realização dos Jogos Pan-Americanos Escolares chegam à PJF

    Clecius Campos
    Repórter

    Na manhã desta sexta-feira, 26 de março, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) conheceu as exigências que precisam ser cumpridas para a realização dos Jogos Pan-Americanos Escolares, previstos para começarem em 23 de agosto. A Confederação Brasileira de Desportos Escolares (CBDE) encaminhou ao Executivo o Caderno de Encargos, com as obrigações que o município deve observar.

    Entre as exigências, a PJF deverá oferecer infraestrutura esportiva com medidas e condições oficiais, equipamentos e materiais técnicos, como balizas, traves, postes, redes e cestas em perfeitas condições de uso e conservação, conforme estabelecem as normas e regras de cada modalidade. De acordo com o secretário de Esporte e Lazer (SEL), Renato Miranda, as obrigações são encaradas como forma de dar caráter profissional ao evento, mesmo sendo de cunho amador. "O volume de encargos é grande, mas acredito que todos eles estão ao nosso alcance. Até o final de agosto, estaremos em boas condições de atender às exigências." Segundo Miranda, faltam ser realizadas melhorias em alguns espaços esportivos. Além dos encargos físicos, a CBDE exige a realização de cerimonial trilíngue de entrega de medalhas, estrutura financeira para câmbio de moedas e apoio hospitalar e atendimento médico aos atletas.

    Juiz de Fora deve oferecer também a infraestrutura não esportiva, com áreas e salas de apoio para a realização do Congresso Técnico Geral, reuniões técnicas, cerimônias de abertura e de encerramento e programação cultural. A cidade é responsável ainda por instalar o Comitê Organizador. Recursos Humanos e serviços complementares, como de limpeza geral das dependências e das arenas de competição e o estímulo à participação de voluntários de diversas áreas funcionais também são obrigações do Poder Público.

    O presidente do Juiz de Fora e Região Convention & Visitors Bureau, Marco Antônio Menezes, salienta que a infraestrutura turística foi um dos pontos que possibilitou os jogos na cidade. Ele acredita que há aspectos a serem melhorados, mas informa que toda a logística do evento poderá ser atendida com eficiência e qualidade, com a rede hoteleira e de espaços para eventos que Juiz de Fora possui.

    Os países podem se inscrever até o dia 31 de março. Segundo Miranda, a partir desta data a secretaria terá dados precisos sobre o volume de estrangeiros que virão à cidade. "Com os números poderemos arquitetar melhor os serviços de hospedagem, alimentação, traslado e transporte interno. É um desafio grande, mas não podia ser diferente, diante da magnitude do evento." Até o momento, China, Chile, Colômbia, Bolívia, Guatemala, México, Porto Rico e Paraguai já confirmaram suas inscrições no Pan Escolar.

    Seletiva escolar

    Na tarde desta sexta-feira, foram apresentadas as obrigações legais para a inscrição às 26 escolas públicas e privadas que pleiteiam defender a cidade nos jogos. Todas as escolas que estarão na seletiva deverão estar filiadas à Federação de Esportes Estudantis de Minas Gerais (FEEMG) e só poderão participar com alunos da própria escola. Como forma de incentivar a prática de esporte na cidade, o Brasil será representado por duas equipes. A Brasil I, que vai defender todo o país, e a Brasil II, com atletas de Juiz de Fora.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.