• Assinantes
  • Esporte
    Quinta-feira, 31 de julho de 2014, atualizada às 12h25

    Delegação de atletismo chinesa pode treinar em JF para o Rio 2016

    Lucas Soares
    Repórter

    Parte da delegação chinesa de atletismo está em Juiz de Fora desde a última segunda-feira, 28 de julho, avaliando as condições que a cidade têm para oferecer treinamento antes dos Jogos Olímpicos Rio 2016. E o campus da faculdade de Educação Física (Faefid) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) surge como uma boa opção.

    Segundo o treinador chefe da delegação chinesa, Feng Shuyong, em todo o Brasil, não têm muitas instalações como a UFJF. "Nós viemos ano passado e ficamos com uma ótima impressão dessa pequena cidade e da universidade, especialmente das pessoas. Nós estamos muito gratos às pessoas daqui porque eles estão muito felizes em nos receber. Em Londres nosso time ganhou seis medalhas e acreditamos que podemos fazer melhor no Rio. Para isso precisamos achar um bom lugar para treinar antes dos jogos e esperamos que possamos ganhar um ou dois ouros, além de outras medalhas. Nós esperamos dar nosso melhor no Rio, porque posso imaginar que os brasileiros estão prestando bastante atenção na preparação para os jogos e eu acredito que será um dos melhores da história", diz o otimista treinador. Cinco atletas fazem parte da delegação que está em Juiz de Fora, sendo que Chen Ding (foto acima, de branco) é o atual campeão olímpico da marcha atlética de 20km e detentor do recorde da prova, completando com 1h18min46s. Ele não pode gravar entrevista.

    Segundo o Chefe de Gabinete da Reitoria da UFJF, Renato Miranda, a ideia de trazer delegações para Juiz de Fora em preparação para as Olimpíadas começou em 2011. "A universidade fez várias ações de divulgação do cenário geral da cidade em termos de instalações, recursos, tudo aquilo que uma equipe estrangeira necessita pra vim fazer a sua aclimatação. Nós estamos em reta final de negociação com a China e o Canadá, e tudo indica que vai dar certo. Isso pra UFJF e pra cidade é uma recompensa e uma porta que se abre pra internacionalização, que é muito importante. Na última visita deles, foi apontado tudo aquilo que estava faltando, acertamos o que faltava e foi comprado. Os equipamentos especiais para o atletismo já estão sendo produzido e em breve teremos todo o equipamento. Quando dois grandes países fecham contratos conosco, outros países também ficam curiosos para saber quem são essas pessoas, essa instituição. Naturalmente podemos receber outras visitas", explica.

    O diretor da Faefid, Maurício Bara, cita o legado que esses investimentos podem trazer. "Eles viriam com toda equipe. O fato de serem atletas da marcha atlética é o mais legal desse tipo de intercambio, só com o passar do tempo vamos saber se teve o incentivo para novos atletas seguirem esse tipo de modalidade, que não é tradicional no Brasil. À partir daí pode mudar o cenário. Temos hoje um campeão olímpico treinando aqui, e pretendemos tornar isso mais comum nos próximos anos", relata.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.