Dias de Moda - parte III
O terceiro dia de desfiles do Fashion Days

Colaboração da jornalista Deborah Moratori
4/10/02

P&O

A P&O apresentou um desfile dividido em três temas: romance, surf wear e esporte. Na linha romântica, batas, tecidos florais, bordados delicados nas barras das capris e das blusinhas em cores suaves, principalmente o rosa.

Bermuda florida de tactel em várias tonalidades, cordãozinho de semente, chinelo de borracha e óculos escuros para o garotão arrasar nas praias e piscinas.

E na moda esportiva, o jeans em vários tratamentos e cores foi o destaque. Muita calça cargo e bermudão, para eles, e mini-saias e shortinhos, para elas. Para completar o visual, camisetas de malha ou de botão e tops coloridos. E dá-lhe barriguinha de fora...

DAY AFTER

Rústico e sofisticado, curto e logo, brilhante e opaca, simplicidade e sofisticação. A Day After apresentou uma moda que viaja entre os extremos.

Na passarela, o jeans se mistura com o crochê, as listras reeditadas da Addidas com os tecidos finos e bordados, numa coleção que valoriza os elementos naturais, o trabalho manual e o requinte.

A moda praia, enfim, aparece em biquínis e maiôs comportados, combinados a saídas de linha, shortinhos jeans e aquele sacolão de naylon que sua mãe usa quando vai à feira.

As cores aparecem, os jeans vêm em novas texturas, Jane fugiu da selva... O look branco total é ótima opção para os dias de calor e o preto, sempre uma boa saída para as noites de verão.

A mulher da Day After é assim: da praia às festas, moderna e sensual.

GENERAL COOK

Já que de bad boy ele não tem nada, quem sabe Gustavo Lucas convence num visual hippy a la “paz e amor”. A coleção primavera-verão da General Cook faz uma apologia à paz. A inspiração vem do filme “Hair” e dos anos 70.

Que espetáculo! A mulherada vai ao delírio... Gustavo Lucas e outras beldades masculinas provocam um verdadeiro furdúncio quando entram na passarela. Gritinhos de ai,ai,ui,ui em massa, flashes disparados, suspiros, princípios de desmaios.

Dorsos definidos à mostra para loucura das garotas e lá vêm eles, de bermuda, de sungão. A primeira parte do desfile apresenta o forte da grife, a linha de inspiração no sport wear. Tecidos tecnológicos com alto poder de absorção em peças para o dia-a-dia – calças e bermudas cargos, camisetas fresquinhas 100% algodão, chinelões e tênis coloridos e bonés para a aventura dos moçoilos.

Em seguida, uma série de camisas de botões listradas em tons cítricos, principalmente o laranja queimado e o verde limão, ou lisas sob tricôs coloridos combinadas ao bom e velho jeans, mais calçados com solados diferenciados e acessórios arrojados.

E aí sim, o clima “paz e amor” reina na passarela. Tecidos rústicos, tinturados e em tons naturais para camisas, calças e bermudas. E aí sim, Gustavo Lucas, você convence, com pinta de bom moço comportado...

Uma perguntinha: alguém notou a ausência da Camila Chiari?

YES, BRAZIL

Anos 70 também presentes na coleção da Yes que levou à passarela as cores cítricas e as estampas psicodélicas da lissérgica década, marcada por movimentos estudantis, revoluções ideológicas, políticas e culturais. <>P> Pink, amarelo limão e laranja em seda pura se combinam em estampas floridas com cinza alumínio em looks muito originais. As transparências ficam por conta de musselines e chiffons. E o jeans não podia deixar de aparecer formando patchworks em cores e formas e em lavagens “sujas” e jateadas.

Fru-frus em tops e vestidos assimétricos, babados e volumes nas mini-saias numa coleção também inspirada no Carnaval Antigo, nas listras das fantasias dos pierrôs, pedras, pérolas e paetês que lembravam confetes distribuídos nos antigos bailes.

Tudo muito diferente, tudo muito original, para a mulher sem vergonha de ousar, sem vergonha de ser o centro das atenções.

BALDI

Para anunciar a apresentação, foguetório. Para abrir o desfile, dois seguranças atravessaram a passarela em direção ao cofre que guardava as preciosidades a serem mostradas no desfile... Em seguida, o que se viu foi um vai e vem de brincos, colares, gargantilhas, pulseiras, braceletes e piercings belíssimos. Tudo muito bem trabalhado, com pedras riquíssimas e um tom sofisticado.

Na apresentação, os mais diversos materiais compunham as jóias: aço, couro, madrepérola e os brilhantes que, como dizia Marylin Monroe, são os melhores amigos das mulheres...

Para os homens, relógios Natan e Storm, exclusividades da Baldi, pulseiras e cordões de aço e ouro no mais puro estilo “acorrentados”. Para a molecada, as pulseiras Nomination faziam o maior sucesso.

Os destaques ficaram por conta das jóias de silicone, formando braceletes, cintos e tiaras para o cabelo, dos anéis de medalha e do cordão suspenso por um fio de naylon.

Encerrando o desfile, uma chuva de prata ao fundo da passarela e champagne para alguns felizardos da platéia.

CARICATURA

A grife, famosa por seus brindes especiais e originais, deu uma escorregadinha, digamos, este ano. Na sacola distribuída para o público, o catálogo da coleção primavera-verão. Vocês eram tão mais generosos...

A Caricatura faz o verdadeiro estilo despojado em jeans e camiseta. Aliás, o jeans é exclusividade da marca. Nesta coleção ele aparece em dois temas: o hippie e o camponês.

Para as garotas, tops de várias formas – frente única, de alcinha, tomara que caia – combinados a calças, capris, saias em todos os comprimentos, shortinhos minúsculos e bermudas, novidades desta temporada.

Na linha mais naturalista, materiais rústicos como conchas, palhas e lã crua aparecem em todo o guarda-roupa: nas bijuterias, bolsas, malhas e calçados. As padronagens manuais vêm em crochês e no tingimento tie-dye e renovam as peças.

As cores são variadas: amarelo, cinza, branco, azul, laranja, verde e, no tema campestre, tons neutros como o rosa pálido, o branco, o verde água e o cru.

A simplicidade do campo é traduzida em delicadas estampas florais e em formas retas e amplas, franzidas em tecidos de aspecto natural. As batas, os bordados, babados e fru-frus fazem o estilo romântico. Nos pés, chinelinhos e tamancões.

Para eles, jeans (shorts, bermudas, capris e calças tradicionais) com camisetas coloridas, camisas de botões, pólos e havaianas fashion nos pés.

Uniforme para o dia-a-dia, a moda da Caricatura é assim, simples, básica, prática, sem muita originalidade...

Saiba como foram os desfiles nos outros dias:

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.