Quarta-feira, 20 de outubro de 2010, atualizada às 19h

Inadimplência em setembro cresce 9,21% em relação ao mesmo período de 2009

Daniele Gruppi
Subeditora
calculadora e dinheiro

O índice de inadimplência no comércio de Juiz de Fora cresceu 9,21% em setembro, comparando com o mesmo período de 2009. Em relação ao mês agosto de 2010, o aumento de devedores foi de 1,8%. Os dados são do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e foram divulgados pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL-JF) nesta quarta-feira, dia 20 de setembro.

Para o presidente da CDL, Vandir Domingos, as compras parceladas a médio e a longo prazo, além dos feriados prolongados, são fatores que ajudam a contribuir com esse índice. Ele acrescenta que a inadimplência aumenta quando o consumidor deixa de efetuar o pagamento de empréstimos e quando usa muito os cartões de créditos, pois os juros altos dificultam a quitação das dívidas.

Entretanto, no acumulado de janeiro a setembro deste ano, ante a mesma época de 2009, o registro de inadimplentes no banco de dados caiu 12,2%. Segundo o professor de economia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Wilson Luiz Rotatore Corrêa, a queda na inadimplência no acumulado é reflexo da recuperação econômica, iniciada no final de 2009 com os incentivos do governo. "Com a economia mais aquecida e com o desemprego caindo, as pessoas conseguem liquidar os débitos."

Campanha de Recuperação de crédito

Com o objetivo de criar facilidades para o consumidor inadimplente limpar seu nome do banco de dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC/Brasil), a CDL/JF lançará em novembro mais uma etapa da campanha de Recuperação de Crédito. Com a Campanha, o consumidor poderá negociar seu débito, pagando a dívida contraída no comércio na própria CDL/JF, restabelecendo de imediato seu crédito na praça. O presidente da CDL/JF revela que a entidade viu a necessidade de realizar mais essa ação devido à aproximação do Natal, principalmente.


Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.