• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Quinta-feira, 14 de julho de 2011, atualizada às 19h20

    Congresso Nacional de Laticínios registra aumento de 20% em volume de negócios gerados

    Da Redação
    Congresso

    O 28º Congresso Nacional de Laticínios, que foi finalizado nesta quarta-feira, 14 de julho, em Juiz de Fora, teve com saldo positivo, tendo reunido, ao longo dos três dias, cerca de 14 mil pessoas no Expominas e no Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT).

    Segundo informações da assessoria do evento, nesta edição foi registrado aumento de 20% no volume de negócios realizados em relação à edição anterior, que foi de R$ 140 milhões.

    Durante o encerramento foram divulgadas as onze categorias vencedoras do 38º Concurso Nacional de Produtos Lácteos (ver anexo). Foram premiados os três primeiros lugares das categorias: Destaque especial, Parmesão, Requeijão, Reino, Provolone, Minas padrão, Manteiga, Gorgonzola, Gouda, Prato e Doce de leite.

    Na categoria Destaque especial, o grande vencedor foi o produto intitulado Bolo Azul (foto abaixo), de um laticínio da cidade de Cruzília, cidade do interior de Minas Gerais. Participaram do concurso 63 laticínios dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rondônia, Pernambuco, Paraná, São Paulo, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia, Pará e Rio de Janeiro, além de Minas Gerais. Entre os critérios avaliados pelos 30 juízes do concurso estão odor, sabor, textura, apresentação, consistência.
    Produto vencedorNa 38ª Exposição de Produtos Lácteos (Expolac), as indústrias anteciparam as novidades que serão apresentadas ao mercado consumidor, apresentando produtos inovadores. Este ano, foram expostos cerca de 800 produtos lácteos, entre queijos, doces, manteigas, iogurtes e bebidas lácteas.

    Dentre as novidades, está o queijo Morbivinho, uma combinação de queijo Morbier (queijo de leite de vaca, não cozido e não prensado) e vinho, desenvolvido pelo ILCT. Os visitantes também puderam conferir linha de produtos à base de leite de búfala, como queijo coalho, coalhada, requeijão, iogurte natural, dentre outros.

    Outras novidades também puderam ser conferidas pelos visitantes, como queijo minas padrão maturado com óleos vegetais, requeijão de chocolate e avelã, queijo goiaba (massa muçarela e goiabada), requeijão com ômega três, manteiga light com fitosterol (extrato vegetal eficaz na redução dos níveis de colesterol), dentre outros.

    Na 39ª Exposição de Máquinas, Equipamentos, Embalagens e Insumos para a Indústria Laticinista (Expomaq) os visitantes também puderam conferir novidades para o setor apresentadas por 124 empresas do Brasil e do exterior, como o tanque de resfriamento de leite produzido em polietileno por fora e inox por dentro. Com ele é possível diminuir o valor de custo do produto, mantendo a qualidade e também aumentando a capacidade de isolamento térmico, dando mais leveza e facilidade para a higienização do produto.

    Outra inovação para o setor é análise rápida do leite. O equipamento realiza, em apenas 40 segundos, análise de gordura, extrato seco, densidade, proteína, lactose, ponto de congelamento, água adicionada, pH, temperatura e condutividade. O equipamento elimina uso de reagentes, conferindo mais segurança para quem está realizando a análise.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.