• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Quaresma gera redução de até 50% nas vendas de carne bovinaClientes optam pelo peixe nesta época do ano. Baixa do produto pode ser notada logo depois do Carnaval

    Jorge Júnior
    Repórter
    9/3/2012
    carne

    Durante o período da Quaresma, que vai da Quarta-feira de Cinzas até o Domingo de Ramos, muitos católicos se penitenciam deixando de fazer coisas que gostam. Com isso, os açougues de Juiz de Fora, por exemplo, registram uma redução nas vendas da carne bovina de até 50%. "Logo depois do Carnaval, a gente já percebe uma redução de 15%, que vai aumentando até a Semana Santa, chegando a 50%", diz a gerente de um estabelecimento, localizado no Centro de Juiz de Fora, Joana D'arc dos Santos.

    Segundo Joana, nos anos anteriores durante este período, às quartas-feiras e às sextas-feiras tinham uma redução do produto, mas, atualmente, a queda é concentrada mais às sextas.

    Mesmo com esse índice, a gerente afirma que o preço da carne continua estável, não sofrendo alteração, porém, a tendência é que, nos próximos dias, para balancear a baixa, o estabelecimento faça alguma promoção. "Já estamos pensando em alguma campanha para atrair os clientes, a fim de que consigamos alavancar as vendas."

    Quem também comenta sobre a redução na procura do produto é o gerente de outro açougue Marcos Antônio Luiz. "Neste período, a gente percebe uma redução de 40%, logo depois do Carnaval. Porém, há 15 anos a gente tinha uma redução na procura da carne de 80%, agora diminuiu muito, porque as pessoas estão perdendo as tradições", opina. Marcos garante que não pretende fazer a redução do preço. "Ao invés de baixar o valor, a gente compra menos, para não ter prejuízo."

    Para o proprietário de um estabelecimento comercial de Juiz de Fora, Rosenildo Viana Zambelli, nos anos anteriores, a queda na venda da carne também era maior. "Neste ano, estamos registrando uma queda de 20%, bem menos do que antigamente." Sobre o preço do alimento, Zambelli explica que não tem como diminui-lo, devido ao valor que o produto é repassado pelo fornecedor.

    Opções

    Com a tradição, a gerente conta que os consumidores optam pelo pescado durante a Quaresma. Para isso, o estabelecimento já está com o estoque cheio. "Compramos o bacalhau, que é muito utilizado nesta época, além do filé de peixe, que também é bem vendido na semana da Páscoa." Zambelli afirma que a procura pelo bacalhau aumenta cerca de 30% a 60% nesta época do ano. "Na semana pascoal, a procura é mais intensa."

    A opção pelo peixe é mantida pelo aposentado Ângelo Ferreira há cerca de 20 anos. "É uma tradição da minha família, que é muito religiosa. Os meus filhos também fazem." Além disso, o aposentado diz que sempre nesta época ele faz questão de comprar o bacalhau. "Como é mais caro eu deixo para compra na semana da páscoa", completa.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.